Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da formação de reforçadores condicionados com e sem atraso em ratos da linhagem SHR

Processo: 16/07077-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2016 - 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Fábio Leyser Gonçalves
Beneficiário:Fábio Leyser Gonçalves
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Hiperatividade  Ratos endogâmicos SHR 

Resumo

O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é um transtorno neuropsiquiátrico que compreende sintomas relacionados a hiperatividade, a comportamentos impulsivos e a dificuldade de manter a atenção sustentada. Teorias etiológicas recentes têm apontado a alteração na sensibilidade a reforçadores como um componente importante para a compreensão dos sintomas do TDAH. A linhagem de ratos espontaneamente hipertensivos (SHR) tem sido sugerida como um possível modelo animal de TDAH. Vários modelos teóricos fazem a predição de que haveria prejuízos na formação de reforçadores condicionados associados ao TDAH. O presente projeto tem por objetivo geral comparar o processo de formação de reforçadores condicionados em ratos da linhagem SHR, com a formação de reforçadores condicionados em ratos da linhagem Wistar Kyoto. No Experimento 1, 8 ratos da linhagem SHR e 8 ratos Wistar Kyoto (WKY) serão submetidos ao esquema múltiplo, manipulando a presença, ou não, de uma luz de feedback para a resposta de pressão à barra durante os dois componentes. . No Experimento 2, 8 ratos SHR e 8 ratos WKY serão submetidos a um procedimento de formação de reforço condicionado com 0s e 30s de atraso entre o estímulo (luz apagada) e a apresentação do estímulo reforçador (pelota de alimento), em um delineamento ABA. (AU)