Busca avançada
Ano de início
Entree

'Leituras de Brasil' nas pesquisas acadêmicas da área de música

Processo: 16/03941-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2016 - 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Lia Vera Tomás
Beneficiário:Lia Vera Tomás
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História da música  Musicologia 

Resumo

O objetivo dessa pesquisa é mapear e analisar as pesquisas acadêmicas na área de música constantes nos Anais da ANPPOM (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música) entre 1988 e 2013, cuja ênfase insere-se no eixo 'Temáticas Brasileiras', uma das diretivas políticas iniciais da Associação quando da sua fundação em 1988. Quanto ao corpus dessa pesquisa, um estado da arte inicial já foi realizado entre 2011-2014 com financiamento da FAPESP (Processo 2011/20183-7) e identificou 2.650 trabalhos apresentados em diversas subáreas dos 21 congressos realizados pela Associação. A partir do uso dos descritores 'música brasileira', 'Brasil', 'brasileiro', 'nacional' e 'nacionalismo' na totalidade desse montante, foram identificados 956 trabalhos (36%) que se adequavam ao eixo citado nas seguintes subáreas: Etnomusicologia: 196 trabalhos - 88,2%; Música Popular: 67 trabalhos - 91,8 %; Musicologia: 419 trabalhos - 72%; Práticas Interpretativas: 188 trabalhos - 44,33% e Teoria & Análise: 86 trabalhos - 32,3 %. Visto o eixo "Temáticas Brasileiras" ser amplo e perpassar diversas subáreas, pretende-se explorar analítica e criticamente definições e abrangências distintas (ou não) do conceito subjacente ao temário "brasileiro" proposto pelo eixo, o que perfaz ao menos um terço dos trabalhos produzidos na ANPPOM. Na busca por uma melhor compreensão do que se entende por "temáticas brasileiras" nas subáreas de pesquisa e referências utilizadas (ou não) por parte dos autores, adotar-se-á a metodologia qualitativa. Por meio dessa e de seu princípio da saturação, espera-se obter categorias e padrões que permitam desvelar inter-correlacionamentos entre as definições entre si. Esses padrões emergirão da releitura dos trabalhos focando nas duas principais perguntas: a) haveria uma compreensão majoritária do que sejam "temáticas brasileiras" entre as subáreas de pesquisa em música e quais seriam suas características; b) caso haja uma unanimidade, é possível identificar uma bibliografia comum entre os trabalhos, que nortearia os conceitos-chave e quais seriam eles? Por fim, outras perguntas secundárias a serem conduzidas seriam: caso não haja uma bibliografia e conceitos comuns, quais justificativas seriam utilizadas pelo pesquisador na confecção dos trabalhos, ou ainda, a escolha do eixo "temáticas brasileiras", por parte deste, ocorreria efetivamente por uma identificação com o tema ou se dá por contingência? O resultado que culminou nos primeiros dados e e estimativas das prevalências de publicações nas diferentes áreas da ANPPOM encontra-se publicado no seguinte link: http://www.anppom.com.br/editora/A_PESQUISA_ACADEMICA_NA_AREA_DE_MUSICA.pdf. (AU)