Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial tecnológico de microalgas visando sua aplicação nos setores energético, alimentício, cosmético e farmacêutico

Processo: 16/18909-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOEN - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2016 - 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Patricia Caroline Molgero da Rós
Beneficiário:Patricia Caroline Molgero da Rós
Instituição-sede: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena , SP, Brasil
Pesq. associados:Heizir Ferreira de Castro ; Larissa de Freitas ; Messias Borges Silva
Assunto(s):Ácidos graxos insaturados  Biodiesel  Microalgas  Pigmentos 

Resumo

O presente projeto tem como objetivo avaliar o potencial tecnológico de microalgas visando aplicação de seus constituintes celulares (lipídeos, ácidos graxos e pigmentos) como precursores para obtenção de produtos de interesse industrial, englobando os setores energético (biodiesel), alimentício (PUFAs- ácidos graxos poli-insaturados), cosmético e farmacêutico (pigmentos e carotenóides). Propõe-se o estudo da produção de biomassa microalgal atuando-se em duas frentes: i) empregando fotobiorreatores "homemade" dos tipos tubular e coluna de bolhas utilizando lâmpadas de LEDs como fonte de luz durante os cultivos visando avaliar diferentes comprimentos de onda (») na obtenção dos constituintes de interesse; ii) utilizando-se matérias-primas lipídicas de menor custo como fonte de lipídeos para os setores energético e alimentício. Estas duas frentes deverão convergir ao final do projeto para o estabelecimento de uma tecnologia de produção biotecnológica tecnicamente viável, permitindo a integração de processos e sustentabilidade. Além da consolidada produção de microalgas para a obtenção de energia e nutracêuticos, outro fator que vem despertando interesse é sua capacidade de sintetizar corantes naturais, como clorofila e carotenóides. No que se refere a este aspecto, o projeto visa otimizar as condições de cultivo que favorecem a produção dos pigmentos de interesse, bem como estabelecer metodologias de extração e quantificação apropriadas para esta finalidade. Para obtenção de biodiesel, o foco será direcionado para a condução de reações de transesterificação empregando catalisadores heterogêneos de caráter ácido para mediar à reação, levando em consideração que os óleos microbianos apresentam uma acidez elevada, inviabilizando o uso de catalisadores de caráter básico na reação. No âmbito da obtenção dos PUFAs serão conduzidas reações de hidrólise do óleo microalgal, visando à obtenção de hidrolisados ricos em ácidos graxos essenciais ômega-3 e 6 para aplicação direta no setor alimentício (alimentos funcionais nutracêuticos). A proposta insere-se no contexto da busca de processos mais sustentáveis que possam competir do ponto de vista industrial e econômico com os processos clássicos tradicionais. Além disso, contribuirá para a prospecção tecnológica da utilização da biomassa microbiana como uma nova opção para obtenção de produtos de interesse industrial. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LOURES, CARLA C. A.; AMARAL, MATEUS S.; DA ROS, PATRICIA C. M.; ZORN, SAVIENNE M. F. E.; DE CASTRO, HEIZIR F.; SILVA, MESSIAS B. Simultaneous esterification and transesterification of microbial oil from Chlorella minutissima by acid catalysis route: A comparison between homogeneous and heterogeneous catalysts. FUEL, v. 211, p. 261-268, JAN 1 2018. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.