Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de reações de fissão e espalação pelo Método de Atividade Induzida

Processo: 16/18902-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2016 - 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Gayane Karapetyan
Beneficiário:Gayane Karapetyan
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Pesq. associados:Airton Deppman
Assunto(s):Ondas de choque de alta energia  Fissão nuclear 

Resumo

O principal objetivo deste projeto é estabelecer e implementar uma nova área de pesquisa, com base no Método de Atividade Induzida (MAI) para investigação de seções de choque de reações nucleares, a partir da criação de um grupo de pesquisa no Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH) da Universidade Federal do ABC (UFABC). O MAI é baseado na espectrometria de raios-gama, e é utilizado diretamente para a determinação das seções de choque de fragmentos radioativos. A atividade gama induzida nos permite estudar as principais características dos mecanismos de reação, tais como formação de fragmentos de reações e determinação dos parâmetros da distribuição de carga. Construiremos a distribuição dos fragmentos de massa, com base na distribuição isobárica das seções de choque dos fragmentos. Este projeto visa ainda estimar a fissilidade de alvos actinídeos e pré-actinídeos. Determinaremos as principais características cinemáticas dos fragmentos, no âmbito do modelo vetorial de duas etapas. Estudaremos e calcularemos as razões de seções de choque de isômeros, bem como estimaremos o momento angular inicial médio do restante da reação por meio da análise estatística de Huizenga-Vandenbosch. As seções de choque serão estudadas, analisadas e calculadas no CCNH-UFABC, usando-se os espectros-gama. As bolsas FAPESP BEPE 2013/01754-9 e 2014/00284-1 já foram executadas com sucesso, sendo fonte importante de nossos resultados já publicados. A independência científica e os resultados da pesquisa realizada com a bolsa de pós-doutorado FAPESP 2011/00314-0 e suas ramificações BEPE supracitadas, nos estimula a estabelecer uma nova linha de pesquisa em um centro emergente, por assim dizer, o CCNH-UFABC, nos tornando pioneiros não tão somente na UFABC mas como no Brasil, acerca do MAI. (AU)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KARAPETYAN, G. The nuclear configurational entropy approach to dynamical QCD effects. Physics Letters B, v. 786, p. 418-421, NOV 10 2018. Citações Web of Science: 7.
BALABEKYAN, A. R.; KARAPETYAN, G.; DEMEKHINA, N. A.; GAGINYAN, S. V.; DRNOYAN, D. R.; ZHEMENIK, V. I.; ADAM, J.; ZAVORKA, L.; SOLNYSHKIN, A. A.; TSOUPKO-SITNIKOV, V. M.; KHUSHVAKTOV, J. Isotopic Dependence of Fragment Production Cross Sections in the Reactions of Deuterons on Enriched Lead and Tin Isotopes. PHYSICS OF ATOMIC NUCLEI, v. 81, n. 6, p. 804-809, NOV 2018. Citações Web of Science: 0.
KARAPETYAN, G. Configurational entropy and rho and phi mesons production in QCD. Physics Letters B, v. 781, p. 201-205, JUN 10 2018. Citações Web of Science: 9.
ANDRADE, II, E.; KARAPETYAN, G. S.; DEPPMAN, A.; BERNAL-CASTILLO, J. L.; GUIMARAES, VALDIR; BALABEKYAN, A. R.; ADAM, J.; GARCIA, F.; GUZMAN, F. Systematic study of fission modes in the proton-induced fission of actinide and pre-actinide. JOURNAL OF PHYSICS G-NUCLEAR AND PARTICLE PHYSICS, v. 45, n. 1 JAN 2018. Citações Web of Science: 1.
KARAPETYAN, G. The nuclear configurational entropy impact parameter dependence in the Color-Glass Condensate. EPL, v. 118, n. 3 MAY 2017. Citações Web of Science: 13.
KARAPETYAN, G. Fine-tuning the Color-Glass Condensate with the nuclear configurational entropy. EPL, v. 117, n. 1 JAN 2017. Citações Web of Science: 15.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.