Busca avançada
Ano de início
Entree

Anthony De Tomaso (UCSB) visita de pesquisa: células tronco, brotação e a evolução da colonialidade em ascídias

Resumo

Prof. Anthony De Tomaso (UCSB) e sua equipe de pesquisa têm contribuído significativamente para a compreensão dos mecanismos celulares e moleculares da imunidade e do desenvolvimento assexual da única espécie de ascídia colonial que sirva de modelo de laboratório, Botryllus schlosseri. Seu laboratório é o único responsável pela geração de alguns dos grandes avanços nesta espécie, incluindo a caracterização dos genes envolvidos no sistema imunológico de ascídias. Ele foi o primeiro a caracterizar um locus de reconhecimento para ascídias, além disso estudou em grande detalhe as células-tronco da linha germinativa progenitora destas espécies, e a contribuição de células da linha germinativa para o parasitismo de células-tronco conhecido em colônias quiméricas. Recentemente, seu laboratório desenvolveu vários marcadores moleculares que lhe permitiu analisar a dinâmica celular e os processos do desenvolvimento em grande detalhe. Devido à vasta experiência do Prof. De Tomaso usando Botryllus schlosseri para abordar as linhas de pesquisas mencionadas acima, torna-se claro como uma breve visita ao nosso laboratório vai trazer contribuições significativas para o projeto em andamento FAPESP JP/ANR 2015/50164-5. Um dos principais objetivos do projeto é a caracterização das populações de células progenitoras conhecidas que ocurrem em B. schlosseri e em grupos estreitamente relacionados de ascídias, incluindo um clado estritamente solitário. O estudo da biologia evolutiva e do desenvolvimento nos permitirá compreender a evolução de brotamento e reprodução assexuada neste grupo de ascídias. (AU)