Busca avançada
Ano de início
Entree

Parâmetros reprodutivos masculinos de ratos expostos perinatalmente ao anti-inflamatório ibuprofeno: aspectos morfológicos, seminais, comportamentais e moleculares

Processo: 16/12110-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2016 - 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Arielle Cristina Arena
Beneficiário:Arielle Cristina Arena
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Daniela Cristina Ceccatto Gerardin ; Rafael Henrique Nóbrega
Assunto(s):Comportamento sexual  Fertilidade  Gravidez  Anti-inflamatórios  Ibuprofeno 

Resumo

As prostaglandinas (PGE2) são importantes no processo de diferenciação sexual hipotalâmica, promovendo a masculinização do hipotálamo de machos. Os anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs), como o ibuprofeno (terceira classe de medicamentos mais utilizados por gestantes) atuam através da inibição não seletiva da enzima Ciclo-oxigenase (COX-1 e 2), levando a redução das PGE2. Em virtude da importância da PGE2 no processo de diferenciação sexual hipotalâmica, torna-se preocupante o uso de anti-inflamatórios durante a gestação. Desta forma, objetiva-se, neste estudo, avaliar os possíveis efeitos resultantes da exposição perinatal ao ibuprofeno e suas possíveis repercussões tardias sobre parâmetros reprodutivos, em ratos machos. Para tanto, ratas prenhes serão expostas a três doses de ibuprofeno (10; 25; 50 mg/kg) da última semana de prenhez (Dias gestacionais 15-21) até o final da lactação (Dia pós-natal 20) por gavage. Durante o tratamento, alguns parâmetros maternos, tais como sinais de toxicidade, comportamento e análises bioquímicas e hematológicas serão avaliados. Após o nascimento, os filhotes machos serão avaliados através dos seguintes parâmetros: peso corporal, distância anogenital e idades da separação prepucial e da descida testicular. Na vida adulta, estes mesmos animais serão investigados em relação ao: pesos de órgãos reprodutores, parâmetros espermáticos, dosagem hormonal, análise histopatológica do testículo, epidídimo, hipófise e hipotálamo, comportamento sexual, teste de fertilidade, quantificação do volume do núcleo dimórfico sexual da área pré-optica e expressão gênica quantitativa em tempo real de genes hipotalâmicos. (AU)