Busca avançada
Ano de início
Entree

Bioconcentração de pesticidas em albúmen sólido e água de coco

Processo: 16/16566-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Lourival Costa Paraíba
Beneficiário:Lourival Costa Paraíba
Instituição-sede: Embrapa Meio-Ambiente. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). Jaguariúna , SP, Brasil
Pesq. associados:Antonio Luiz Cerdeira ; Sonia Claudia Do Nascimento de Queiroz ; Vera Lúcia Ferracini
Assunto(s):Agrotóxicos  Resíduos de pesticidas em plantas  Endosperma  Coqueiro  Bioacumulação  Modelos matemáticos 

Resumo

Modelos matemáticos de bioconcentração podem prever o acúmulo de pesticidas em alimentos e, o conhecimento prévio do fator de bioconcentração (BCF) de um pesticida em um alimento, pode contribuir para o manejo adequado do mesmo. Neste projeto, será desenvolvido um modelo matemático para estimar o BCF de pesticidas em água e albúmen sólido de frutos de coqueiros tratados com aplicação de pesticidas e o modelo será validado com os valores observados de concentrações dos inseticidas nesses mesmos elementos. Para controlar as pragas, o cultivo de coqueiros demanda diversos tipos de inseticidas e sabe-se que algumas dessas substâncias podem acumular em produtos agrícolas como consequência de suas características físico-químicas. Os coqueiros necessários para a elaboração deste projeto de pesquisa serão plantas cultivadas em área controlada do Campo Experimental de Itaporanga, da Embrapa Tabuleiros Costeiros, localizada em Aracaju, Sergipe, nos quais serão observadas as características estruturais e fitossanitárias adequadas para a produção de frutos. Os componentes do fruto (água e polpa) serão usados para determinar as concentrações de inseticidas, aplicados no estipe por injeção (endoterapia). Serão modelados os mecanismos cinéticos de acúmulo dos inseticidas em água e albúmen sólido dos frutos. Dessa forma, espera-se que a exposição dos frutos aos inseticidas, via endoterapia, venham a ser por contaminação da solução nutriente. As quantificações das concentrações dos inseticidas em amostras da seiva elaborada, extraída da inflorescência do coqueiro, da água e do albúmen sólido dos cocos, serão obtidas por cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas (LC/MS-MS). Com as concentrações observadas e com o modelo matemático desenvolvido, será estimado o período de carência dos inseticidas em coqueiros e o risco de que estas concentrações excedam limites máximos de resíduos permitidos em alimentos. As informações e conhecimentos produzidos pelo projeto poderão ser úteis para orientar agricultores que decidam minimizar o risco de contaminação de água e albúmen sólido dos por inseticidas. Serão estudados nesse projeto os seguintes inseticidas: acephate, acetamiprid, dimethoate, imidacloprid e thiamethoxam. (AU)