Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial uso do agonista de PPAR-gama no tratamento da fibrose hepática induzida em ratos pela ligadura seletiva do ducto biliar

Processo: 15/00977-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2017 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Ana Cristina Aoun Tannuri
Beneficiário:Ana Cristina Aoun Tannuri
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Cleiton Alves ; Josiane de Oliveira Gonçalves ; Maria Cecília de Mendonça Coelho ; Suellen Serafini ; Uenis Tannuri
Assunto(s):Cirurgia pediátrica 

Resumo

Diversas doenças crônicas do fígado resultam em desenvolvimento de fibrose hepática com a progressão para a cirrose. Na infância, a obstrução biliar causada frequentemente pela atresia de vias biliares (AVB) pode levar a cirrose. Crianças com AVB, quando diagnosticadas precocemente, são submetidas à portoenterostomia de Kasai; no entanto, mesmo quando o paciente se torna anictérico, há evolução para cirrose com a necessidade do transplante hepático. Desta forma, o transplante hepático tem se tornado o tratamento definitivo para crianças com AVB em estágio avançado. Porém, o transplante hepático ainda representa um procedimento complexo. Complicações biliares pós- transplante, como estenoses intra e extra-hepáticas podem levar a cirrose hepática. Estas complicações biliares mesmo quando acometem apenas um segmento hepático evoluem para o comprometimento dos demais segmentos que apresentam drenagem biliar normal, sendo necessário o retransplante. Recentemente, tem sido demonstrado que o agonista do PPAR-gama apresenta efeitos protetores durante o reparo tecidual, modulando a produção de mediadores pró-inflamatório e pró-fibrogênicos. Neste contexto, o objetivo do presente estudo será avaliar o potencial uso do agonista de PPAR-gama no tratamento da fibrose hepática induzida através do modelo experimental da ligadura seletiva do ducto biliar. Amostras coletadas serão submetidas a análises bioquímicas, histológicas e moleculares para o estudo de fatores reguladores do processo fibrogênico. (AU)