Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos a curto e longo prazo de um programa de reabilitação domiciliar na capacidade funcional, força muscular periférica e qualidade de vida em pacientes com bronquiectasia: ensaio clínico controlado e randomizado

Processo: 16/13756-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2017 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Simone Dal Corso
Beneficiário:Simone Dal Corso
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vergueiro. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Anne Elizabeth Holland ; Rafael Stelmach
Bolsa(s) vinculada(s):17/03955-2 - Efeitos a curto e longo prazo de um programa de reabilitação domiciliar na capacidade funcional, força muscular periférica e qualidade de vida em pacientes com bronquiectasia: ensaio clínico controlado e randomizado, BP.TT
Assunto(s):Qualidade de vida  Reabilitação pulmonar  Capacidade funcional  Bronquiectasia 

Resumo

Introdução: A reabilitação pulmonar domiciliar (RPD) vem sendo utilizada em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica, asma e fibrose pulmonar, com resultados semelhantes aos observados na RP ambulatorial (RPA) como a melhora da capacidade física, sintomas e qualidade de vida. No entanto, este modelo ainda não foi investigado em pacientes com bronquiectasia, uma doença grave, progressiva e de elevado impacto socioeconômico. Objetivo: Investigar os efeitos a curto e longo prazo da RPD na capacidade funcional, força muscular periférica e qualidade de vida em pacientes com bronquiectasia. Métodos: Ensaio clínico controlado e randomizado com 66 pacientes (segundo cálculo amostral) com diagnóstico de bronquiectasia, em acompanhamento no Ambulatório de Doenças Obstrutivas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP). Os participantes serão randomizados em dois grupos: grupo controle (acompanhamento e orientações, n =33) e grupo treinamento (n = 33), que realizará exercício aeróbio e resistido para membros inferiores e superiores por oito semanas, três vezes por semana, em seu domícilio. Todos os pacientes receberão um contato telefônico por semana e os alocados no grupo treinamento, adicionalmente, receberão uma visita domiciliar a cada 15 dias. Antes, imediatamente após as oito semanas de treinamento e após seis meses do término da RPD serão avaliadas a tolerância ao exercício e a capacidade funcional por meio do shuttle walk teste Incremental, shuttle walk teste endurance e do teste do degrau incremental, a qualidade de vida será avaliada por meio do Quality of Life Questionnaire-Bronchiectasis (QoL-B), a dispneia pela escala Medical Research Council, atividade física na vida diária por meio de um pedômetro e a força muscular periférica por meio da técnica de uma repetição máxima. Resultados esperados: A RPD terá efeitos positivos na tolerância ao exercício e qualidade de vida. Além disso, o presente estudo subsidiará futuros guidelines sobre a recomendação de RPD para pacientes com bronquiectasia. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JOSE, ANDERSON; HOLLAND, ANNE E.; DE OLIVEIRA, CRISTIANE S.; SELMAN, JESSYCA P. R.; DE CASTRO, REJANE A. S.; ATHANAZIO, RODRIGO A.; RACHED, SAMIA Z.; CUKIER, ALBERTO; STELMACH, RAFAEL; DAL CORSO, SIMONE. Does home-based pulmonary rehabilitation improve functional capacity, peripheral muscle strength and quality of life in patients with bronchiectasis compared to standard care?. BRAZILIAN JOURNAL OF PHYSICAL THERAPY, v. 21, n. 6, p. 473-480, NOV-DEC 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.