Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização molecular e análise da variabilidade genética em Myrmecophaga tridactyla (tamanduá-bandeira)

Processo: 16/13023-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2017 - 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Lilian Castiglioni
Beneficiário:Lilian Castiglioni
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):DNA mitocondrial  Repetições de microssatélites  Características da população  Biologia evolutiva  Variação genética 

Resumo

O Brasil abriga a maior diversidade biológica entre os 17 países "megadiversos" do mundo. Proporcionalmente à enorme biodiversidade, são os impactos ambientais causados pelo desenvolvimento econômico, onde inúmeras espécies estão sob ameaça de extinção. O processo de desmatamento em áreas florestais leva a formação de fragmentos isolados que funcionam como "ilhas" de mata cercada por habitats não florestados. A fragmentação de habitats por interferência antrópica pode provocar diversos distúrbios ecológicos que afetam a diversidade biológica de uma região. Assim, o presente trabalho tem como objetivo analisar a estrutura genética do tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla), na região Noroeste do Estado de São Paulo, utilizando os marcadores moleculares microssatélites e o marcador mitocondrial 16S, os quais são eficientes para esta finalidade. Essa espécie tem sido uma das principais vítimas da fragmentação de habitat provocada pelo homem e que a incluiu na categoria "Vulnerable" (VU), ou seja, vulnerável tanto em nível global quanto nacional. Em função da grande ameaça de extinção sofrida pela espécie Myrmecophaga tridactyla, e pelas características econômicas de nossa região, a qual tem sido alvo intenso de ações antrópicas, principalmente relacionadas ao desmatamento de grandes áreas destinadas ao plantio de cana-de-açúcar e outras culturas, e que podem acelerar esse processo, é fundamental a realização de estudos que abordem a estrutura genética desta espécie. Estudos dessa natureza apresentam grande relevância e podem auxiliar na criação de planos de ação para a conservação das populações de tamanduá-bandeira remanescentes em nossa região, bem como identificar estratégias reprodutivas utilizadas pelos representantes deste grupo de organismos. (AU)