Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da eficácia e impacto dos programas de educação infantil no desenvolvimento da criança: evidência da região oeste do Município de São Paulo

Processo: 16/20770-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2017 - 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Sandra Josefina Ferraz Ellero Grisi
Beneficiário:Sandra Josefina Ferraz Ellero Grisi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Alexandra Valéria Maria Brentani ; Ana Paula Scoleze Ferrer ; Rogerio Lerner
Assunto(s):Desenvolvimento cognitivo  Pediatria  Desenvolvimento infantil 

Resumo

Mais de 200 milhões de crianças nos países em desenvolvimento não chegam ao nível esperado de desenvolvimento cognitivo, devido à pobreza, desnutrição e falta de estimulação precoce adequada. Nas últimas décadas, os estudos da neurociência têm destacado a importância da promoção do desenvolvimento da primeira infância (DPI) como um mecanismo para melhorar o bem-estar em longo prazo dos indivíduos e sociedades. Programas de cuidados e educação na primeira infância (EPI) surgiram como uma abordagem particularmente poderosa para o desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais e emocionais das crianças antes de entrarem no sistema escolar formal. Embora os efeitos benéficos da EPI sejam amplamente reconhecidos, relativamente pouco se sabe sobre o conteúdo adequado e mais eficaz e dosagem de EPI durante os três primeiros anos de vida das crianças. Este projeto tem como objetivo avaliar o impacto causal da EPI na saúde e desenvolvimento das crianças residentes na região oeste de São Paulo. Devido a grandes esforços governamentais no último ano, um número crescente de crianças teve acesso antecipado a EPI. O principal objetivo do projeto proposto é avaliar a eficácia e o impacto dessa expansão do programa de EPI. Especificamente, pretendemos abordar as seguintes questões 1) como a entrada antecipada nas creches afeta a saúde e desenvolvimento cognitivo e sócio emocional na idade de 3 anos; 2) Quais são as características dos serviços (creches) mais importantes para o desenvolvimento da criança? O estudo proposto será realizado dentro do estudo de coorte ROC, coorte de nascimentos iniciada em 2012. Para avaliar as diferenças de desenvolvimento, realizaremos uma avaliação de 750 crianças selecionadas, aos 3 anos de idade, compondo três estratos: crianças que ingressaram cedo nas creches (<15 meses na primeira inscrição creche, 1/3 da amostra), crianças que ingressaram com idade intermediária (18-30 meses) e inscrição tardia (> 30 meses). Avaliações do desenvolvimento das crianças serão complementadas com avaliações detalhadas dos tipos de creches (públicas, privadas e mães crecheiras) quanto ao processo de trabalho e infraestrutura, proporcionando aos formadores de políticas públicas uma visão atualizada de padrões de acesso e eficácia dos serviços, assim como nos permitirá identificar as características mais importantes de programas de EPI para o desenvolvimento saudável da criança. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.