Busca avançada
Ano de início
Entree

Mixosporídeos parasitos de peixes Perciformes de importância comercial (Cichla spp. e Plagioscion spp.) da Bacia Amazônica

Processo: 16/22047-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2017 - 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros de Águas Interiores
Pesquisador responsável:Edson Aparecido Adriano
Beneficiário:Edson Aparecido Adriano
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/02219-3 - Mixosporídeos de peixes amazônicos - biologia molecular, morfologia, histologia e ultraestrutura, BP.TT
17/13469-8 - Coleta, fixação, triagem e processamento de mixosporídoes para sequenciamento de DNA (SSU-rDNA e ITS-1), BP.TT
Assunto(s):Microscopia confocal  Myxozoa  Sistemática  Biologia molecular  Morfologia (anatomia) 

Resumo

Os mixozoários (Myxozoa) englobam uma grande diversidade de endoparasitos (recentemente considerados cnidários altamente divergentes), sendo que atualmente são conhecidas cerca de 2400 espécies e algumas são economicamente importantes. Estes parasitos são agrupados em dois grandes clados (atualmente considerados como classes), o primitivo Malacosporea Canning, Curry, Feist, Longshaw & Okamura, 2000 (malacosporídeos) e o derivado Myxosporea Bütschli, 1881 (mixosporídeos). O projeto proposto é parte do continuo estudo de mixosporídeos que infectam peixes de importância econômica, com foco na sistemática, diversidade, biologia e potencial patogênico destes parasitos na Amazônia. Dos peixes que compõe a grande diversidade íctica da bacia Amazônica, destacam-se pela abundância e pela grande aceitação comercial, aqueles dos gêneros Cichla (Perciformes: Cichlidae) e Plagioscion (Perciformes: Sciaenidae), que são importantes fontes de renda e alimento para os habitantes da região. O gênero Cichla inclui 15 espécies piscívoras (popularmente conhecidas como Tucunaré), que contribuem de forma importante na estrutura e função dos ecossistemas aquáticos da Amazônia. O gênero Plagioscion incluí cinco espécies de sciaenides, sendo que quatro ocorrem na Amazônia. Estas espécies são de particular importância para a pesca comercial e de subsistência. Devido à adaptação ao ambiente de água doce, são também importantes indicadores biogeográficos de eventos geológicos ocorridos nesta região da América do Sul. Para caracterizar a diversidade e biologia de mixosporídeos, bem como o efeito da infecção sobre os hospedeiros, serão realizadas análises morfológicas e sequenciamento da pequena subunidade do DNA ribossomal (SSU-rDNA) (importante na identificação das espécies), e da região intergênica ribossomal (ITS-1), (para descrever a variabilidade genética intraespecífica). A morfologia e detalhes da relação parasito-hospedeiros serão investigados pelo exame das estruturas dos plasmódios, esporogênese e reação dos tecidos dos hospedeiros usando microscopia de luz, microscopia eletrônica de transmissão e de varredura e microscopia confocal de varredura a laser. A patogenicidade dos parasitos será também avaliada através de exames macroscópicos dos peixes infectados, visando identificar por exemplo, a presença de inchaço, ascite, descoloração, emaciação. As amostras dos parasitas utilizados neste estudo serão obtidas em trabalhos de campo realizados nas regiões dos municípios de Santarém, PA, Manaus, AM e Macapá, AP. As amostras serão fixadas conforme a metodologia preconizada para as técnicas acima mencionadas, sendo em formalina tamponada 10% para análises morfológicas; em etanol absoluto para análises moleculares; em glutaraldeído 2,5% para microscopia eletrônica; e em paraformaldeído 4% para microscopia confocal de varredura a laser. (AU)

Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (1 total):
Estudo da Ufopa analisa parasitas presentes na pescada-branca; seis novas espécies foram identificadas 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAPODIFOGLIO, KASSIA R. H.; ADRIANO, EDSON A.; SILVA, MARCIA R. M.; MAIA, ANTONIO A. M. The resolution of the taxonomic dilemma of Myxobolus colossomatis and description of two novel myxosporeans species of Colossoma macropomum from Amazon basin. Acta Tropica, v. 191, p. 17-23, MAR 2019. Citações Web of Science: 0.
ZATTI, SUELLEN A.; ATKINSON, STEPHEN D.; MAIA, ANTONIO A. M.; CORREA, LINCOLN L.; BARTHOLOMEW, JERRI L.; ADRIANO, EDSON A. Novel Myxobolus and Ellipsomyxa species (Cnidaria: Myxozoa) parasiting Brachyplatystoma rousseauxii (Siluriformes: Pimelodidae) in the Amazon basin, Brazil. Parasitology International, v. 67, n. 5, p. 612-621, OCT 2018. Citações Web of Science: 3.
ZATTI, SUELLEN A.; ATKINSON, STEPHEN D.; MAIA, ANTONIO A. M.; BARTHOLOMEW, JERRI L.; ADRIANO, EDSON A. Ceratomyxa gracillima n. sp (Cnidaria: Myxosporea) provides evidence of panmixia and ceratomyxid radiation in the Amazon basin. Parasitology, v. 145, n. 9, p. 1137-1146, AUG 2018. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.