Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de DNA de transferência em situações simuladas para finalidades forenses

Processo: 16/14355-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2017 - 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Medicina Legal e Deontologia
Pesquisador responsável:Fernanda de Toledo Gonçalves
Beneficiário:Fernanda de Toledo Gonçalves
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Cintia Fridman Rave
Assunto(s):Medicina legal  Antropologia forense 

Resumo

As impressões digitais são os vestígios biológicos mais comumente encontrados nas cenas de crimes, porém, na maior parte das vezes, estas não estão íntegras para a identificação do criminoso por datiloscopia. Desta forma, a análise de perfis de DNA a partir do material biológico recuperado nessas impressões digitais tem sido cada vez mais utilizada. A deposição das impressões digitais, em geral, pode ocorrer por transferência primária ou secundária e uma série de fatores, como as condições ambientais, tipos de substratos e características individuais dos depositores podem afetar o sucesso da obtenção desses perfis genéticos. No Brasil, dentre os diversos tipos de delitos cometidos diariamente, os crimes com armas brancas, os roubos de veículos e os crimes virtuais são os mais recorrentes, sendo que no primeiro caso nem sempre os perfis de DNA resultantes das empunhaduras de facas são satisfatórios, enquanto que nos dois últimos casos esse campo parece ainda ser inexplorado, evidenciando a demanda por uma investigação nessa área. Tendo isso em vista, o objetivo desse estudo é analisar e aprimorar a viabilidade de obtenção de perfis de DNA em diferentes materiais de empunhaduras de facas, maçanetas e volantes de carros, e em teclados de computadores, por meio de situações simuladas de transferência direta e secundária, considerando as variáveis que podem interferir no processo, com a finalidade de auxiliar o trabalho da polícia técnico-científica na identificação de criminosos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.