Busca avançada
Ano de início
Entree

Implantação de um sistema de criação de tilápias, em três densidades de estocagem, utilizando tanques-rede de grande volume articulados com dispensador de ração automatizado

Resumo

Estima-se que a produção brasileira de peixe pela aquicultura para o ano de 2015 foi de 638 mil toneladas, 10,23% a mais que em 2014. Atualmente, a procura para utilização de tanques-rede de grande volume (TRGV) tem aumentado principalmente nos grandes empreendimentos aquícolas, com intuito de aumentar a escala de produção e diminuir os custos de investimento por metro cúbico. No entanto, a maioria dos TRGV que vem sendo utilizados é de aproximadamente 110 m3. Em meados de 2014, a empresa FISHER, junto com as equipes da APTA Regional e do Instituto de Pesca, iniciou um projeto para o desenvolvimento e teste de um protótipo de TRGV, com 450 m3 de volume útil, de formato cilíndrico, que possui mecanismos próprios para classificação e despesca. Tal projeto foi financiado pela FAPESP (PIPE 1- Processo: 14/50170-2), obtendo resultados satisfatórios quanto ao seu funcionamento e produção dos peixes. Neste primeiro teste foi utilizada estocagem de 20.000 juvenis - considerada abaixo do que vem sendo utilizada na região para TRGV. Com o princípio de otimização de espaço e da melhor biomassa econômica, há a necessidade de testar densidades maiores visando à adequação de manejo e capacidade de suporte local. Assim, o objetivo deste projeto será avaliar três densidades de estocagem (60.000; 80.000 e 100.000 juvenis de tilápia por TRGV), em dois ciclos de produção (verão e inverno) utilizando-se os TRGV com 450 m3, contendo novos componentes como dispersador de ração automático. (AU)

Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o auxílio:
Manejo inovador na criação de tilápias reduz gastos com ração 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)