Busca avançada
Ano de início
Entree

Visita científica do professor Jason Alan Griggs

Processo: 16/24243-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 10 de julho de 2017 - 19 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Ana Flávia Sanches Borges
Beneficiário:Ana Flávia Sanches Borges
Pesquisador visitante: Jason Alan Griggs
Inst. do pesquisador visitante: University of Mississippi Medical Center (UMMC), Estados Unidos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Implantes dentários  Zircônia  Intercâmbio de pesquisadores  Engenharia de materiais 

Resumo

O objetivo deste projeto é trazer como pesquisador visitante o Professor Jason Alan Griggs, da University of Mississipi Medical Center, Jackson, MS, USA, para atividades de ensino e pesquisa no Estado de São Paulo, para consolidação de parceria científica já estabelecida entre o mesmo e a solicitante da proposta, além de ampliar a rede colaborativa com demais pesquisadores do Estado de São Paulo, integrantes do grupo de pesquisa Braço Brasileiro do Instituto de Biomaterials, Tribocorrosão e Nanomedicina (IBTN/Br), como descrito no site do grupo, "somos um grupo de pesquisa multidisciplinar (pesquisadores da UNESP, USP, Unicamp e INMETRO) que tem como objetivo a busca de soluções inovadoras para problemas clínicos em relaçao à biocompatibilidade, desempenho e durabilidade de implantes biomédicos. O IBTN/Br atua num ambiente de pesquisa internacional que é presentemente constituído por dois braços, um no Brasil e outro nos Estados Unidos (IBTN/US)". Mais informações: http://www2.fc.unesp.br/sgcd/#!/ibtnbr. Para tal, além de um cronograma com palestras a serem ministradas por ele, iremos desenvolver parte experimental de um projeto de pesquisa que tem como objetivo avaliar uma cerâmica experimental de hidroxiapatita densa de origem bovina com adição de nanopartículas de ZnO e TiO2 e nanotubos de TiO2, isolados e em associação em sua composição, quanto às suas propriedades mecânicas e biológicas. Este estudo é um avanço de resultados obtidos, a partir de trabalhos realizados nesta linha de pesquisa e fomentadas pela FAPESP (FAPESP 2014/20471-0, CDFM/CEPID/FAPESP 2013/07296-2). Trabalhos anteriores demonstraram que apesar da cerâmica de hidroxiapatita de forma pura ser biocompatível e de composição semelhante aos ossos e dentes naturais humanos, apresenta características desfavoráveis, como baixa tenacidade à fratura e baixa resistência à flexão. Pensando na melhoria das propriedades mecânicas dessa cerâmica, torna-se relevante a tentativa de adição de outros componentes a ela durante seu processamento. Após os testes mecânicos, os grupos que apresentarem valores satisfatórios serão selecionados para realização dos testes biológicos. (AU)