Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação etiológica prospectiva de infecções pulmonares adquiridas na comunidade em pacientes vivendo com HIV

Processo: 16/25898-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de março de 2017 - 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Anna Sara Shafferman Levin
Beneficiário:Anna Sara Shafferman Levin
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Pneumopatias  Infectologia  Microbiologia 

Resumo

Este artigo é um produto do auxílio pesquisa da FAPESP 2012/03834-7. O estudo dos agentes etiológicos das infecções pulmonares adquiridas na comunidade é importante para guiar a terapia empírica, requer atualizações constantes e tem um impacto substancial no prognósticos dos pacientes. O objetivo desse estudo é determinar prospectivamente as etiologias das infecções pulmonares adquiridas na comunidade em adultos vivendo com HIV hospitalizados. Os pacientes foram submetidos a uma extensa investigação microbiológica que incluiu métodos moleculares. Os achados microbiológicos foram avaliados de acordo com a gravidade da doença e o histórico de vacinação anti-pneumocócica. 224 pacientes foram submetidos a avaliação estendida, desses 143 (64) tiveram uma etiologia determinada. Entre os 143 pacientes com uma etiologia determinada, Pneumocystis jirovecii foi o principalm agente, detectado em 52 (36%) dos casos, seguido pelo Mycobacterium tuberculosis responsável por 28 (20%) casos. Streptococcuspneumoniae e Rhinovirus foram diagnosticados em 22 (15%) casos cada e Influenza em 15 (10%) casos. Entre as bactérias atípicas, Mycoplasma pneumoniae foi responsável por 12 (8%) e Chlamydophila pneumoniae por 7 (5%) casos. Infecções mistas ococrreram em 48 casos (34%). Streptococcus pneumoniae foi associado com maiores pontuações nos escores de gravidade e não foi associado com o histórico de vacina anti-pneumocócica. Usando o diagnóstico estendido, um agente microbiológico pode ser determinado na maioria dos pacientes vivendo com HIV acometidos por infecções pulmonares adquiridas na comunidade. Nossos achados podem guiar clínicos na escolha da terapia empírica de doenças pulmonares em pacientes hospitalizados. (AU)