Busca avançada
Ano de início
Entree

Anthony Wynne Pereira | Kings College London - Inglaterra

Processo: 16/50428-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 29 de março de 2017 - 28 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Estado e Governo
Convênio/Acordo: Newton Fund, com FAPESP como instituição parceira no Brasil
Pesquisador responsável:Janina Onuki
Beneficiário:Janina Onuki
Pesquisador visitante: Anthony Wynne Pereira
Inst. do pesquisador visitante: King's College London, Inglaterra
Pesq. responsável no exterior: Anthony Wynne Pereira
Instituição no exterior: King's College London, Inglaterra
Instituição-sede: Instituto de Relações Internacionais (IRI). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Administração pública  Desenvolvimento econômico  Estado (política)  Intercâmbio de pesquisadores 

Resumo

O que explica a irregularidade da capacidade e da qualidade do Estado brasileiro, que combina agências com alta capacidade e proficiência técnica com outras com baixo desempenho? O desenvolvimento no Brasil de um estado que possui uma relativa alta capacidade, embora com grande grau de variação entre as agências federais e entre os níveis federal, estadual e municipal de governo, permanece pouco explicado na literatura sobre desenvolvimento político e formação do Estado. Este projeto de pesquisa tem como objetivo tratar o desenvolvimento do Estado brasileiro não como um processo único e linear, mas sim como uma série de trajetórias organizacionais inter-relacionadas, ainda que distintas. O projeto propõe a utilização de material de arquivo que revelará as circunstâncias particulares de momentos cruciais na história de quatro instituições estatais nacionais emblemáticas. A pesquisa focará nos debates políticos, nos atores envolvidos nesses debates, na lógica embutida nas organizações em questão, e nas finalidades que as organizações deveriam incorporar e perseguir. As organizações selecionadas são o BNDES, a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e o Ministério do Desenvolvimento Social. O trabalho de arquivo sobre estas organizações será realizado nos primeiros nove meses de 2017. A permissão para usar os arquivos do BNDES e da Polícia Federal já foi obtida. Enquanto permissão para pesquisas nos arquivos do Ministério Público Federal e do Ministério do Desenvolvimento social (ambos em Brasília) é previsível e não parece ser problemática. O objetivo da minha permanência proposta no Instituto de Relações Internacionais (IRI) da Universidade de São Paulo (USP) é o de aproveitar os especialistas altamente qualificados que trabalham no Instituto, em temas de investigação relacionados e complementares. No marco desta visita, pretendo ministrar um workshop no IRI para alunos de pós-graduação e pesquisadores que integram grupos de pesquisa, relacionado ao meu projeto de pesquisa denominado de "Inter-American Politics". Este projeto relaciona a formação do Estado brasileiro com aquela de outros estados nas Américas, e analisa como os estados foram influenciados por eventos externos comuns, como a Grande Depressão, a Revolução Cubana, a Guerra Fria, e a globalização. Também participarei da discussão e da pesquisa em grupo sobre o Brexit e sobre as negociações da UE, coordenado pelo IRI-USP. (AU)