Busca avançada
Ano de início
Entree

Vínculos do trabalhador com a organização: o papel do contexto na dinâmica do comprometimento e do entrincheiramento

Processo: 16/19310-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Empresas
Pesquisador responsável:Ana Carolina de Aguiar Rodrigues
Beneficiário:Ana Carolina de Aguiar Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Antonio Virgilio Bittencourt Bastos ; Fabíola Marinho Costa ; Howard Klein ; Melissa Machado de Moraes ; Roberval Passos de Oliveira ; Sonia Maria Guedes Gondim
Bolsa(s) vinculada(s):18/17014-8 - Vínculos do trabalhador com a organização: o papel do contexto na dinâmica do comprometimento e do entrincheiramento, BP.TT
18/14062-1 - Vínculos do trabalhador com a organização: o papel do contexto na dinâmica do comprometimento e do entrincheiramento, BP.TT
Assunto(s):Comportamento organizacional  Proatividade  Comprometimento organizacional 

Resumo

Apesar do extenso volume de estudos sobre vínculos nos últimos cinquenta anos, ainda estão presentes problemas conceituais e lacunas na compreensão do contexto e da dinâmica de desenvolvimento. A prevalência de estudos extensivos e de corte transversal, por um lado, viabiliza modelos complexos de análise, mas por outro reduz as possibilidades de alcançar a complexidade do fenômeno. O objetivo geral desta proposta é analisar como os contextos interno e externo à organização repercutem na dinâmica de desenvolvimento do comprometimento e entrincheiramento organizacionais. Serão conduzidos três subprojetos: o Subprojeto I pretende, em um estudo transcultural, avaliar possíveis impactos de variáveis do contexto externo nos vínculos do trabalhador de organizações do Brasil (em regiões metropolitanas e do interior) e dos Estados Unidos. O Subprojeto II é um estudo longitudinal com 250 novos trabalhadores de uma organização pública no Brasil. Busca compreender como ocorre, ao longo do tempo, o desenvolvimento de vínculos e ajustamento no trabalho de novos funcionários, assim como seus consequentes, em especial o desempenho proativo. O Subprojeto III, qualitativo e intensivo (grounded theory), busca explorar contextos em que a estrutura organizacional e a comunidade externa se interpõem. Pretende contribuir para o modelo teórico da dinâmica dos vínculos com a organização ao incluir o papel da comunidade e outras variáveis contextuais. Espera-se que este projeto seja o início de uma nova vertente de estudos que considerem também o contexto externo à organização para a compreensão dos vínculos no trabalho, com utilização de abordagens mistas e métodos alternativos à tradição de estudos extensivos e de corte transversal. Além disso, medidas elaboradas por pesquisadores no Brasil serão validadas para o contexto norte-americano, viabilizando a comparabilidade dos resultados e maior internacionalização das pesquisas brasileiras nesse tema. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.