Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização genética e de respostas imunes associadas ao fenótipo de resistência parasitária em rebanho ovino da raça Morada Nova

Processo: 17/01626-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Helmintologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Ana Carolina de Souza Chagas
Beneficiário:Ana Carolina de Souza Chagas
Instituição-sede: Pecuária Sudeste. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Alessandro Francisco Talamini Do Amarante ; Cintia Hiromi Okino ; Fernanda de Freitas Anibal ; Helio Jose Montassier ; Magda Vieira Benavides ; Marcia Cristina de Sena Oliveira ; Patricia Tholon ; Sergio Novita Esteves ; Simone Cristina Méo Niciura ; Waldomiro Barioni Júnior
Assunto(s):Imunologia  Medicina veterinária preventiva  Parasitologia veterinária  Biologia molecular 

Resumo

O Brasil possui grande diversidade de raças ovinas exóticas e de seus cruzamentos, bem como de raças deslanadas adaptadas às condições tropicais, como Santa Inês e Morada Nova. Entretanto, os nematoides gastrintestinais (GIN) são um grande gargalo nesses sistemas de produção, em especial Haemonchus contortus, devido à resistência parasitária amplamente difundida nos rebanhos brasileiros. Dessa forma, as perdas econômicas são elevadas devido à queda de produção, ao uso intenso de vermífugos e aos óbitos. As raças deslanadas, como a Morada Nova, são mais resistentes à verminose, característica extremamente importante diante do impacto dessa doença na ovinocultura. Até mesmo nos períodos pré e pós-parto, quando as infecções por GIN tendem a aumentar significativamente, a saúde de ovinos Morada Nova não chega a ser afetada. Essa raça também tem como características: rusticidade, prolificidade, pele de excelente qualidade, precocidade sexual, excelente habilidade materna, inexistência de sazonalidade reprodutiva e excelente adaptação ao clima tropical. Dessa forma, o presente projeto tem como objetivo caracterizar o rebanho Morada Nova da Embrapa Pecuária Sudeste quanto à resistência, utilizando ferramentas fenotípicas e genotípicas, assim como avaliar as respostas imunes ao principal helminto de ocorrência no país, H. contortus. Espera-se melhor conhecer os marcadores moleculares para a resistência à verminose na raça e os mecanismos de respostas imunes induzidas por H. contortus. A identificação de citocinas, células ou outros mediadores diretamente relacionados à resistência poderão ser utilizados na melhoria do manejo imuno-profilático dessa doença e no avanço do desenvolvimento de vacinas recombinantes. Além disso, no futuro, seria possível obter gerações de acasalamentos, com populações homogêneas em relação à sua composição, para disponibilizar animais resistentes para produtores, incentivando a criação de ovinos de corte. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARBOSA TOSCANO, JOAO HENRIQUE; LOPES, LOUYSE GABRIELLI; GIRALDELO, LUCIANA APARECIDA; DA SILVA, MATHEUS HENRIQUE; OKINO, CINTIA HIROMI; DE SOUZA CHAGAS, ANA CAROLINA. Identification of appropriate reference genes for local immune-related studies in Morada Nova sheep infected with Haemonchus contortus. MOLECULAR BIOLOGY REPORTS, v. 45, n. 5, p. 1253-1262, OCT 2018. Citações Web of Science: 0.
MEO NICIURA, SIMONE CRISTINA; CRUVINEL, GIOVANNA GABRIELLE; MORAES, CAROLINE VALERIO; BRESSANI, FLAVIA ALINE; MALAGO JUNIOR, WILSON; BENAVIDES, MAGDA VIEIRA; SOUZA DE CHAGAS, ANA CAROLINA. PCR-based genotyping of SNP markers in sheep. MOLECULAR BIOLOGY REPORTS, v. 45, n. 4, p. 651-656, AUG 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.