Busca avançada
Ano de início
Entree

Biodiversidade e prospecção de algas de águas tropicais e da Antártica marítima

Processo: 16/06931-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Pesquisador responsável:Pio Colepicolo Neto
Beneficiário:Pio Colepicolo Neto
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Claudio Martin Pereira de Pereira ; Eliana Nakano ; Eliane Marinhosoriano ; Ernani Pinto Junior ; Hosana Maria Debonsi ; Lorena Rigo Gaspar Cordeiro ; Marcia Aparecida Silva Graminha ; Márcia Foster Mesko ; Mariana Roesch Ely ; Mutue Toyota Fujii ; Nair Sumie Yokoya ; Norberto Peporine Lopes ; Sidnei Moura e Silva ; Yocie Yoneshigue Valentin
Auxílios(s) vinculado(s):18/05878-8 - EMU concedido no processo 16/06931-4: unidade de extração supercrítica laboratorial, AP.EMU
Bolsa(s) vinculada(s):18/26220-0 - Genoma de Gracilaria domingensis, uma macroalga de importância econômica e ambiental, BP.TT
18/10216-4 - Análise dos efeitos bioquímicos observados em espécies de macroalgas vermelhas brasileiras frente ao metal cádmio, BP.MS
17/07346-0 - Estudo de análogos baseados em produtos naturais de algas marinhas do gênero Laurencia (Rhodophyta, Ceramiales) para o controle de doenças tropicais negligenciadas, BP.PD
Assunto(s):Bioatividade  Produtos naturais  Prospecção  Ácidos graxos  Carotenoides  Microalgas  Antártica 

Resumo

O presente projeto visa gerar um banco de dados sobre a diversidade de macroalgas de regiões tropicais e dos ambientes antárticos além de abordar a bioprospecção de extratos algáceos, observando um estudo multidisciplinar de ecologia sustentável, conservação e aplicações biotecnológicas de populações de macroalgas. Serão ensaiadas as atividades antioxidantes, anticâncer, leishmanicida, esquistomicida e inibidores de importantes enzimas relacionadas à saúde, tais como acetilcolinesterase, topoisomerases, superoxido dismutase e catalase. Compostos com alto valor agregado, como ácidos graxos poliinsaturados das famílias ômega 3 e 6, aminoácidos, carotenoides, esteroides, polissacarídeos e compostos com alta capacidade de absorver radiação UV (mycosporine-like amino acids, MAA) terão seus níveis estimados. Tais compostos são amplamente absorvidos pela indústria alimentícia, farmacêutica, bioenergia, agricultura, piscicultura, naval e cosmética. Ainda, por terem uma alta capacidade de absorver metais e metabolizar poluentes orgânicos, algas selecionadas com este potencial serão cultivadas em ambientes impactados, tais como em tanques de cultivo de camarão e de peixes. Haverá acompanhamento da absorção de metais por técnicas especificas e da indução de respostas celulares ao impacto da presença dos mesmos. Ainda, é objetivo deste projeto gerar o genoma de uma das macroalgas com potencial tecnológico, o qual trará informações valiosas sobre as vias de síntese de metabólitos economicamente importantes. Além da capacitação de pessoal em diferentes áreas do conhecimento, geração de dados científicos importantes em ficologia aplicada, este projeto, que conta com o empenho de diversas Instituições Públicas vislumbra a geração de registros e que sejam depositadas patentes relacionadas ao uso e potencial econômico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em Macroalgas Marinhas com bolsa da FAPESP 
PD em Química e Bioquímica de Macroalgas com bolsa da FAPESP 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALVES-LIMA, CICERO; AZEVEDO TEIXEIRA, ANDRE REIS; HOTTA, CARLOS TAKESHI; COLEPICOLO, PIO. A cheap and sensitive method for imaging Gracilaria (Rhodophyta, Gracilariales) growth. JOURNAL OF APPLIED PHYCOLOGY, v. 31, n. 2, p. 885-892, APR 2019. Citações Web of Science: 0.
RANGEL, KAREN C.; DEBONSI, HOSANA M.; CLEMENTINO, LEANDRO C.; GRAMINHA, MARCIA A. S.; VILELA, LEONARDO Z.; COLEPICOLO, PIO; GASPAR, LORENA R. Antileishmanial activity of the Antarctic red algae Iridaea cordata (Gigartinaceae; Rhodophyta). JOURNAL OF APPLIED PHYCOLOGY, v. 31, n. 2, p. 825-834, APR 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.