Busca avançada
Ano de início
Entree

Jussara (Euterpe edulis Mart.) supplementation during pregnancy and lactation modulates UCP-1 and inflammation biomarkers induced by trans-Fatty acids in the brown adipose tissue of offspring

Processo: 17/00522-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de abril de 2017 - 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Luciana Pellegrini Pisani
Beneficiário:Luciana Pellegrini Pisani
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Tecido adiposo marrom  Ácidos graxos trans  Proteína desacopladora 1  Suplementação alimentar  Euterpe edulis  Publicações de divulgação científica  Artigo científico 

Resumo

O tecido adiposo marrom (TAM) regula o gasto energético por termogênese através do desacoplamento da proteína 1 (UPC-1). Aqui, foi investigado o efeito da dieta materna enriquecido com ácidos graxos trans (TFAs) em combinação ou não com suplementação de polpa de jussara sobre a prole de 21 dias de vida. Especificamente, foi observado o estado pró-inflamatório e a expressão de UCP-1 da prole. Para isto, dividimos as mães em quatro grupos durante a gestação e lactação: dieta controle (C), dieta C suplementada com 0,5% de jussara (CJ), dieta enriquecida com óleo vegetal hidrogenado (T), rica em TFAs, ou dieta T suplementado com 0,5% de polpa de juçara (TJ). Foi encontrado que TFAs reduziu crescimento e aumento de peso, colesterol total, TNF-± e TNFRI em TAM dos filhotes. Por outro lado, a suplementação materna com jussara preservou a massa magra, ganho de peso, diminuiu lipídios de carcaça, glicemia e triacilglicerol na prole, também aumentou os níveis de IL-10 no TAM. Surpreendentemente, suplementação de jussara no grupo TFAs aumentou expressão de UCP-1 no TAM. Em conclusão, enquanto TFAs foi prejudicial para a saúde da prole, a polpa de jussara melhorou a composição corporal e parâmetros metabólicos e inflamatórios. Além disso, a combinação de ambos os tratamentos (TFAs e jussara) visto no grupo TJ aumentou a expressão de UCP-1. Acredita-se que os compostos bioativos da jussara contribuíram para estes efeitos. Os resultados mostraram que manter a quantidade calórica na dieta materna com modificação em sua composição lipídica, bem como a adição de uma fruta rica em antocianina, pode modular as proteínas relacionadas ao TAM da prole logo após a lactação. (AU)