Busca avançada
Ano de início
Entree

Saúde mental, migração e São Paulo Megacity – M3SP

Processo: 16/50307-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Convênio/Acordo: King's College London
Pesquisador responsável:Laura Helena Silveira Guerra de Andrade Burdmann
Beneficiário:Laura Helena Silveira Guerra de Andrade Burdmann
Pesq. responsável no exterior: Nikolas Rose
Instituição no exterior: King's College London, Inglaterra
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde mental 

Resumo

Este projeto faz parte de um programa de pesquisa liderado pelo Professor Nikolas Rose para examinar a relação entre a vida urbana e a saúde mental, com análises empíricas em saúde mental e megacidades na China, índia e Brasil. Este é o primeiro passo para o desenvolvimento do programa no Brasil, visando comparar duas megacidades na Ásia, com a maior megalópole na América do Sul: a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Os objetivos deste projeto são produzir novos conhecimentos sobre: - Como os transtornos mentais são modelados em São Paulo e, especialmente, como esse padrão é afetado pela dinâmica recente da migração, e comparar estes resultados com outras megacidades (Xangai e Mumbai); - A experiência em primeira mão de grupos vulneráveis e o estabelecimento de novas formas de comunidade, e os padrões de vida diária; - Mecanismos de governança que se cruzam com a experiência de transtorno mental na cidade, e as políticas ou serviços para reduzir a carga da saúde mental entre os migrantes; - A implementação da nova legislação de saúde mental e serviços comunitários relacionados, na medida em que estes podem ser aproveitados para reduzir essa carga; - Como os dados obtidos nessas megacidades podem auxiliar no desenvolvimento de intervenções de política de saúde mental em megacidades em outras partes do mundo, especialmente em relação ao crescimento de favelas e populações migrantes. O projeto é composto de três etapas de trabalho (WP): WP1). Compreender a saúde mental dos migrantes em São Paulo por meio de uma revisão sistemática e síntese da literatura; WP2). Desenvolver uma compreensão sobre migrantes de São Paulo, seguindo o desenho da pesquisa do projeto Newton, em Xangai. Este projeto centra-se na experiência de vida diária e como esta se relaciona com problemas de saúde mental, através de um estudo piloto etnográfico, em São Paulo; WP3). Promover reuniões de grupo entre pesquisadores de São Paulo e Londres, incluindo uma visita de campo de pesquisadores paulistas no projeto do Kings College de Newton, em Xangai. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HARRIS, MEREDITH G.; KAZDIN, ALAN E.; CHIU, WAI TAT; SAMPSON, NANCY A.; AGUILAR-GAXIOLA, SERGIO; AL-HAMZAWI, ALI; ALONSO, JORDI; ALTWAIJRI, YASMIN; ANDRADE, LAURA HELENA; CARDOSO, GRACA; CIA, ALFREDO; FLORESCU, SILVIA; GUREJE, OYE; HU, CHIYI; KARAM, ELIE G.; KARAM, GEORGES; MNEIMNEH, ZEINA; NAVARRO-MATEU, FERNANDO; OLADEJI, BIBILOLA D.; O'NEILL, SIOBHAN; SCOTT, KATE; SLADE, TIM; TORRES, YOLANDA; VIGO, DANIEL; WOJTYNIAK, BOGDAN; ZARKOV, ZAHARI; ZIV, YUVAL; KESSLER, RONALD C.; HLTH, WHO WORLD MENTAL. Findings From World Mental Health Surveys of the Perceived Helpfulness of Treatment for Patients With Major Depressive Disorder. JAMA PSYCHIATRY, v. 77, n. 8, p. 830-841, AUG 2020. Citações Web of Science: 1.
BENJET, C.; SAMPSON, L.; YU, S.; KESSLER, R. C.; ZASLAVSKY, A.; EVANS-LACKO, S.; MARTINS, S. S.; ANDRADE, L. H.; AGUILAR-GAXIOLA, S.; CIA, A.; MEDINA-MORA, M. E.; STAGNARO, J. C.; TORRES DE GALVEZ, M. Y.; VIANA, M. C.; GALEA, S. Associations between neighborhood-level violence and individual mental disorders: Results from the World Mental Health surveys in five Latin American cities. PSYCHIATRY RESEARCH, v. 282, DEC 2019. Citações Web of Science: 1.
SAMPSON, LAURA; MARTINS, SILVIA S.; YU, SHUI; PORTO CHIAVEGATTO FILHO, ALEXANDRE DIAS; ANDRADE, LAURA HELENA; VIANA, MARIA CARMEN; ELENA MEDINA-MORA, MARIA; BENJET, CORINA; TORRES, YOLANDA; PIAZZA, MARINA; AGUILAR-GAXIOLA, SERGIO; CIA, ALFREDO H.; STAGNARO, JUAN CARLOS; ZASLAVSKY, ALAN M.; KESSLER, RONALD C.; GALEA, SANDRO. The relationship between neighborhood-level socioeconomic characteristics and individual mental disorders in five cities in Latin America: multilevel models from the World Mental Health Surveys. Social Psychiatry and Psychiatric Epidemiology, v. 54, n. 2, p. 157-170, FEB 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.