Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistema de baking modular para câmaras de vácuo e outras aplicações correlatas (Sirius 2 rodada)

Processo: 16/50040-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de fevereiro de 2017 - 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Engenharia Térmica
Convênio/Acordo: FINEP - PIPE/PAPPE Subvenção
Colaborou com o Tema: Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS)
Pesquisador responsável:Marco Antonio Barboza
Beneficiário:Marco Antonio Barboza
Empresa:Marco Antonio Barboza - ME
Município: Campinas
Assunto(s):Câmara de vácuo  Fornos metalúrgicos  Altos fornos  Forno a vácuo  Estufas  Ultra-alto vácuo  Projeto Sirius 

Resumo

Pretende-se viabilizar a produção de cabanas de bakeout para diversas situações de câmaras de alto (ultra) vácuo (UHV), conforme a demanda especificada do edital Fapesp/FINEP 0107077500, anexo 1, desafio 13, de maneira a poder atender grandes componentes como monocromadores, estações experimentais ou ainda arranjos menores do anel de luz SIRIUS a ser inaugurado. As cabanas que pretendem-se, construir deverão ter arranjo geométrico e conformacional adaptados aos módulos dos equipamentos ~ serem atendidos. O dimensionamento e projeto de cada cabana sempre será único e customizado para cada equipamento. Embora haja partes que possam ter módulos padrão, como por exemplo em tubulações. A empresa já fez um investimento inicial realizando a fabricação, de um protótipo testado em experimento real na linha de U\IX do LNLS, no final de janeiro deste ano, obtendo sucesso e validando os conceitos que utilizou. No entanto, inúmeros desenvolvimentos serão necessários para chegar ao produto desejado e com custo equiparável ao 'mercado internacional, por isso faz se necessário este' fomento. O principal desafio é o de unir tecnologias de áreas distintas, será necessário: desenvolver os melhores arranjos entre tecidos térmicos e isolantes disponíveis nos mercados nacional e internacional, focando em eficiência, conformabilidade e custos; desenvolver estruturas modulares que sirvam de esqueletos para as montagens, desenvolver controladores para os sistemas de aquecimentos e otimizar os módulos aquecedores, Além de, ao final pretender o desenvolvimento de sistemas de controle remotos dos equipamentos. O desenvolvimento e domínio das diversas tecnologias envolvidas permitirá a criação de novos produtos para atenderem outros mercados. Como mantas de aquecimento e controle de temperatura para muitos experimentos em laboratórios e plantas pilotos: A empresa mostrou sua capacidade em resolver o desafio proposto através resultado apresentado pelo protótipo. No entanto, sozinha não terá capacidade financeira' para a conclusão adequada do equipamento a' ponto de ser comercializado. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.