Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção e caracterização de VLPs de arbovírus produzidos em sistemas de células de inseto

Processo: 16/22780-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2017 - 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Soraia Attie Calil Jorge
Beneficiário:Soraia Attie Calil Jorge
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/15715-6 - Estudo da produção de VLP de Zika Vírus produzidas em sistemas de células de inseto, BP.TT
Assunto(s):Febre de Chikungunya  Arbovirus  Bioprocessos  Vírus Zika  Virologia 

Resumo

No Brasil, circulam 210 tipos diferentes de arbovírus, ou seja, vírus transmitidos por mosquitos e outros artrópodes. Dentre esses arbovírus, grande parte pertence às famílias dos Togaviridade e Flaviviridae, gêneros Alphavirus e Flavivirus, respectivamente, sendo alguns conhecidos por transmitirem doenças negligenciadas. Nosso grupo de pesquisa tem tradicionalmente trabalhado com o tema de doenças virais negligenciadas, desenvolvendo paralelamente diferentes sistemas de expressão recombinante. Através do programa temático FAPESP 2002/09482-3 (encerrado) nós pudemos obter uma glicoproteína do vírus da raiva com característica imunogênica, produzida em células S2 de Drosophila melanogaster e, dessa forma, nosso grupo adquiriu excelência em trabalhos com células de insetos, sendo referência nacional neste sentido. Ainda com a preocupação de desenvolver uma nova vacina contra a raiva, trouxemos para o Brasil a tecnologia do vetor de imunização Semliki Forest virus, um alphavírus recombinante muito promissor e de características semelhantes a muitos dos arbovírus conhecidos, como o Chikungunya (CHIKV) e Mayaro (MAYV). A notória escassez de dados científicos sobre a biologia molecular de muitos dos arbovírus e, principalmente, a ausência de trabalhos relatando a expressão de proteínas desses em sistemas recombinantes, tornam esta proposta relevante e desafiadora. Ao mesmo tempo, os resultados das pesquisas aqui propostas devem representar um passo importante para o entendimento destes vírus e sua infecção, e principalmente para futura proposição de uma preparação vacinal, necessária em diversas localidades da América Latina e de importância estratégica, quando se analisa os recentes casos urbanos das arboviroses e o tropismo viral em diferentes vetores. Assim, nosso objetivo neste projeto é estabelecer metodologia para produção de partículas virais (VLPs) e/ou de proteínas recombinantes do vírus Mayaro (MAYV), Chikungunya (CHIKV) e Zika (ZIKV). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.