Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das proteínas quinases CDK8 e CDK10 a partir da expressão heteróloga em e. coli

Processo: 16/25893-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Fernanda Canduri
Beneficiário:Fernanda Canduri
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Proteínas  Expressão heteróloga 

Resumo

Proteínas quinases são importantes alvos de estudo devido ao seu envolvimento na sinalização celular, transcrição e divisão celular. Quinases dependentes de ciclinas (CDKs) compreendem uma família de proteínas que podem ser subdivididas em dois grupos funcionais majoritários baseados na sua função no ciclo celular e/ou controle transcricional. Os complexos da CDK10 se associam com o fator de transcrição Ets2, e está envolvida com "splicing" de RNA, regulação de hormônios esteroides, além de ser um regulador transcricional. A CDK8 possui um motivo de ligação a mediadores, sendo, portanto, parte do complexo mediador da transcrição. Nesta proposta, as CDK8 e CDK10 serão superexpressas e purificadas seguindo protocolo já estabelecido, e estudos funcionais e estruturais serão realizados, com o objetivo de alcançar maior entendimento do diferencial com relação a estrutura-função de cada uma delas. O estudo estrutural será realizado utilizando métodos de dicroísmo circular e métodos de cristalização na tentativa de se obter cristais das proteínas para difração e resolução de estrutura. Adicionalmente, estudos de docking molecular irá auxiliar na busca por ligantes ATP competitivos que nortearão os estudos funcionais das referidas CDKs na presença dos diferentes ligantes previamente selecionados, utilizando métodos de espectrofotometria UV/Vis. Estes estudos poderão contribuir para o entendimento do modo de interação das CDK8 e CDK10 com ligantes ATP competitivos, bem como para o desenvolvimento de inibidores químicos de baixo peso molecular que possa inibir especificamente estas quinases. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.