Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo 2015/19128-4: tissue FAXS Plus

Resumo

Câncer é a terceira causa mais frequente de morte no mundo e a metástase é responsável por mais de 90% da mortalidade associada ao tumor. As localizações mais frequentes de metástase para muitos tumores, incluindo neuroblastoma e rabdosarcoma são pulmão e medula óssea. Nosso objeto de estudo é o neuroblastoma, uma neoplasia maligna neuroepitelial com origem em células embrionárias precursoras do sistema nervoso simpático e que se desenvolve durante o crescimento fetal ou nos primeiros anos de vida. Este tumor apresenta altas taxas de invasão e proliferação, sobretudo, uma alta resistência à quimioterapia e radioterapias. Um dos maiores desafios da clínica médica é a recorrência do tumor e metástase de células cancerígenas que sobrevivem ao tratamento convencional. As células-tronco cancerígenas (Cancer Stem Cell - CSC), constituintes da população heterogênea da massa tumoral estão sendo consideradas como as causas subjacentes de elevada taxa de mortalidade do câncer. A teoria das CSCs assume que essas células que são resistentes a muitos tipos de agentes químico e físico e podem ficar em estado de latência por períodos prolongados, seriam as responsáveis pela recorrência local e a metástase. Em condições de inflamação crônica ou danos teciduais, é criado um ambiente, onde células-tronco circulantes são atraídas para regeneração e reparo do tecido/órgão. Condições similares devem atrair CSCs dirigidas por moléculas relacionadas à inflamação e assim induzindo o comportamento metastático das células. A bradicinina (BK), purinas extracelulares (ATP) e o óxido nítrico (NO) que são reguladoras da hematopoiese e moléculas relacionadas com a inflamação serão estudadas na metástase de células cancerígenas para medula óssea. Nesse projeto também será investigada a influência dos sistemas cinérgico, purinérgico e nitrérgico na manutenção de CSCs na massa tumoral do neuroblastoma. Trabalhos publicados por nosso grupo mostram que esses três sistemas estão intimamente envolvidos na regulação da diferenciação neural de células-tronco normais. Baseado no fato que células-tronco cancerígenas são análogas a células-tronco normais, acreditamos que tais sistemas devam também influenciar a biologia do tumor para a progressão e metástase de neuroblastoma. Este estudo poderá abrir caminhos para aplicar estratégias moleculares destinadas a inibir as vias metastáticas e levar ao desenvolvimento de novos protocolos terapêuticos, bem como a associação destas terapias com a quimioterapia e radioterapia convencional na prevenção da disseminação de neuroblastoma de células cancerígenas para a medula óssea. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LIANG, NICHOLAS; TRUJILLO, CLEBER A.; NEGRAES, PRISCILLA D.; MUOTRI, ALYSSON R.; LAMEU, CLAUDIANA; ULRICH, HENNING. Stem cell contributions to neurological disease modeling and personalized medicine. PROGRESS IN NEURO-PSYCHOPHARMACOLOGY & BIOLOGICAL PSYCHIATRY, v. 80, n. A, p. 54-62, JAN 3 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.