Busca avançada
Ano de início
Entree

Seguimento clínico a longo prazo de pacientes com Displasia Neuronal Intestinal do tipo b: protocolo para estudo observacional, ambispectivo e comparativo

Processo: 17/06120-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2017 - 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Pedro Luiz Toledo de Arruda Lourencao
Beneficiário:Pedro Luiz Toledo de Arruda Lourencao
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças  Cirurgia pediátrica 

Resumo

Introdução: A displasia neuronal intestinal tipo B é uma entidade patológica do grupo de doenças neuromusculares gastrointestinais caracterizadas por alterações complexas no sistema nervoso entérico. Os pacientes tipicamente apresentam constipação intestinal, às vezes complicada por episódios de obstrução intestinal. As duas modalidades terapêuticas incluem tratamento clínico conservador e tratamento cirúrgico. No entanto, os resultados das diferentes modalidades terapêuticas são conflitantes e os estudos de acompanhamento são escassos e incluem apenas um número limitado de pacientes.Metodologia: Trata-se de um estudo de seguimento observacional, longitudinal e comparativo entre os resultados dos tratamentos clínico conservador e cirúrgico em pacientes com displasia intestinal tipo B. Sessenta e três pacientes (<15 anos) que receberam este diagnóstico serão incluídos. Estes pacientes serão divididos em 2 grupos de acordo com o tipo de tratamento que receberam anteriormente: 29 pacientes no grupo de tratamento cirúrgico e 34 pacientes no grupo de tratamento conservador. Os dados anteriores serão recuperados dos registros médicos dos pacientes do estudo, incluindo os sinais e sintomas presentes no momento do diagnóstico, particularmente aqueles relacionados aos hábitos intestinais e tratamentos submetidos. Posteriormente, esses pacientes serão convidados a participar de uma entrevista semi-estruturada durante a qual serão investigados aspectos relacionados aos resultados funcionais a longo prazo do hábito intestinal e qualidade de vida após um intervalo mínimo de 5 anos pós-tratamento.Discussão: Este projeto tem como objetivo avaliar a evolução clínica a longo prazo de pacientes diagnosticados com displasia neuronal intestinal tipo B e comparar os resultados obtidos após tratamentos clínicos e cirúrgicos conservadores.Conclusão: Este protocolo proporcionará dados suficientes para analisar o desfecho clínico a longo prazo obtido através das duas modalidades de tratamento propostas para pacientes com displasia neuronal intestinal tipo B. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.