Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da relação estrutura-toxicidade de peptídeos b-amiloide e efeito neuroprotetivo de complexos de Ru(II) luminescentes

Processo: 17/00839-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Rose Maria Carlos
Beneficiário:Rose Maria Carlos
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Manoel de Arcisio Miranda Filho
Assunto(s):Doença de Alzheimer  Fotoquímica  Biofísica  Fotoquímica inorgânica 

Resumo

Os oligômeros tóxicos do peptídeo b-amiloide (bA) gerados nos estágios iniciais de agregação são os principais responsáveis pela perda sináptica no SNC causando alterações cognitivas que são à base da doença de Alzheimer (DA). Devido a sua instabilidade e heterogeneidade estrutural, informações sobre estrutura, mecanismo de formação e efeitos fisiológicos dos oligômeros bA não estão elucidados. Por isso o interesse em estratégias que auxiliem na elucidação estrutural e em terapias que tem como alvo as espécies oligoméricas tóxicas do bA. Estudos recentes dos nossos laboratórios mostraram que complexos luminescentes de Ru(II), preparados por nós, são sondas luminescentes sensíveis as espécies oligoméricas do bA. A seletividade e reconhecimento molecular destes complexos pelas espécies oligoméricas, nos motivaram a ampliar nossos estudos e investigar a relação entre a estrutura e a toxicidade dos oligômeros do bA. Neste projeto pretendemos investigar em tempo real o processo de agregação de uma série de fragmentos de bA usando complexos de Ru(II) identificando as espécies oligoméricas por microscopia de fluorescência confocal, que já vinhamos trabalhando, combinada a microscopia eletrônica transmissão, dicroísmo circular, e espectroscopia de raio-X. Os oligômeros tóxicos e a inibição do crescimento destes oligomeros para as formas poliméricas de maior ordem e fibrilas maduras e/ou a dissolução destas espécies serão identificados pela incubação dos oligômeros na ausência e presença do complexo de Ru(II) com células neurais do hipocampo seguido de ensaios de viabilidade. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARCHI, RAFAEL C.; SILVA, ELDEVAN S.; SANTOS, JOSENILTON J.; GUILOSKI, IZONETE C.; DE JESUS, HUGO CESAR R.; DE AGUIAR, INARA; KOCK, FLAVIO V. C.; VENANCIO, TIAGO; DA SILVA, MARIA FATIMA G. F.; FERNANDES, JOAO BATISTA; VITAL, MARIA A. B. F.; SOUZA, LEONARDO CASTRO; SILVA DE ASSIS, HELENA C.; SKIBSTED, LEIF H.; CARLOS, ROSE M. Synthesis, Characterization, and Low-Toxicity Study of a Magnesium(II) Complex Containing an Isovanillate Group. ACS OMEGA, v. 5, n. 7, p. 3504-3512, FEB 25 2020. Citações Web of Science: 0.
DE CAMPOS, ISABELE AP. S.; DOS SANTOS, EDJANE R.; SELLANI, TARCISO ALMEIDA; HERBOZO, CAROLINA C. A.; RODRIGUES, ELAINE G.; ROVEDA, ANTONIO C.; PAZIN, WALLANCE M.; ITO, AMANDO S.; SANTANA, VINICIUS T.; NASCIMENTO, OTACIRO R.; CARLOS, ROSE M. Influence of the Medium on the Photochemical and Photophysical Properties of [Ru(phen)(2)(pPDIp)](2+). CHEMPHOTOCHEM, v. 2, n. 8, p. 757-764, AUG 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.