Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU 2015/26722-8 Avanti J-30 I Biosafe® centrifuge including rotor

Processo: 17/03047-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de maio de 2017 - 30 de abril de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Carsten Wrenger
Beneficiário:Carsten Wrenger
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/26722-8 - Drug discovery contra doenças infecciosas humanos, AP.TEM
Assunto(s):Malária  Doenças transmissíveis  Desenvolvimento de fármacos  Resistência a medicamentos  Plasmodium falciparum  Staphylococcus aureus  Alvo terapêutico  Equipamentos multiusuários 
As informações abaixo são de responsabilidade do Pesquisador responsável.
Página web do EMU:http://cefap.icb.usp.br/core-facilities/pluma/centrifuga-beckman-avanti-j-30-i-biosafe/
Tipo de equipamento:Processos Biológicos - Centrífugas - Ultracentrífugas
Fabricante: Beckman Coulter
Modelo: 8 AVANTI J-30 I BIOSAFE

Resumo

Doenças infecciosas são uma ameaça a humanidade e atualmente seus agentes patogênicos estão se espalhando geograficamente devido a globalização e ao desenvolvimento de resistência às drogas disponíveis. A resistência aos fármacos disponíveis atualmente está ocorrendo em quase todos os patógenos e, portanto, há uma urgente necessidade de descobrir novo alvos terapêuticos e/ou novas classes de alvos. Neste projeto o foco será a descoberta de novos pró-farmácos explorando as vias de biossíntese das vitaminas B1/B6 dos patógenos humanos: Plasmodium falciparum, o parasita responsável por causar a malária severa, e a bactéria mutiresistente Staphylococcus aureus MRSA. Compostos serão identificados e desenhados de acordo com avaliações baseadas nas estruturas cristalográficas das respectivas enzimas envolvidas na biossíntese das vitaminas B1/B6, visando a incorporação dos compostos no metabolismo do patógeno. Portanto os novos compostos buscarão envenenar as enzimas dependentes das vitaminas como co-fatores. Ensaios complementares envolverão o uso de linhagens celulares humanas, assim como suas respectivas linhagens transgênicas super expressando receptores nucleares para xenobióticos, a fim de reportar possíveis interações com o hospedeiro. (AU)