Busca avançada
Ano de início
Entree

Pax Brasiliana? um estudo da atuação brasileira em crises constitucionais e políticas na América Latina (1990-2015)

Processo: 16/18075-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2017 - 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Jan Oliver Della Costa Stunkel
Beneficiário:Jan Oliver Della Costa Stunkel
Instituição-sede: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Allan Greicon Macedo Lima
Bolsa(s) vinculada(s):18/25474-9 - Pax Brasiliana? Um estudo da atuação brasileira em crises constitucionais e diplomáticas na América Latina (1990-2015), BP.TT
18/16855-9 - Pax Brasiliana? Um estudo da atuação brasileira em crises constitucionais e diplomáticas na América Latina (1990-2015), BP.TT
17/17647-8 - PAX brasiliana? Um estudo da atuação brasileira em crises constitucionais e diplomáticas na América Latina (1990-2015), BP.TT
Assunto(s):América do Sul  Política externa do Brasil 

Resumo

Este documento descreve um projeto de pesquisa sobre a atuação do Brasil em momentos de crises democráticas na América Latina. O objetivo do projeto, que está em andamento desde 2013, é realizar uma análise comparativa da participação do Brasil na gestão de crises políticas ou de ruptura democrática na América Latina durante os governos Fernando Collor de Mello, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. O projeto inclui doze estudos de caso nos quais está sendo analisada a participação do Brasil. Desde 2013, estamos constituindo um acervo de história oral por meio da coleta e organização de depoimentos dos principais atores que estiveram envolvidos nesses processos no Brasil e no exterior. As entrevistas e o desenvolvimento da pesquisa são guiados pela seguinte pergunta: como o Brasil reage a crises políticas ou democráticas na América Latina desde o início da década de 1990? Será usado o método de process tracing, amparado em depoimentos orais, de modo a revelar os mecanismos causais do comportamento do Estado brasileiro em crises políticas na América Latina. Quais variáveis dos países afetados por uma crise determinam a atuação do Brasil? E o que determina como o Brasil se posicionará - por exemplo, optando por diplomacia presidencial (como visto, entre outros casos, no Paraguai em 1996 e 1999, no Equador em 2003 e na Bolívia em 2008) ou por uma estratégia mais passiva (como no caso do Peru em 1992 ou 2000)? O resultado desse projeto visa contribuir para o melhor entendimento da política externa brasileira contemporânea, expandindo o conhecimento sobre um tema de grande importância. Contribui, também, para a produção de novas fontes primárias ao aumentar o corpus de material aberto ao público - já sendo disponibilizado no acervo do CPDOC. (AU)