Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de viabilidade do programa prevenção de recaída baseado em mindfulness (Mindfulness-Based Relapse Prevention - MBRP) como adjunto ao tratamento ambulatorial de transtornos por uso de substâncias

Resumo

O transtorno por uso de substâncias (TUS) tem impacto em diversas esferas da vida do indivíduo e da sociedade, sendo considerado um problema mundial de saúde pública. O protocolo de Prevenção de Recaída Baseado em Mindfulness (MBRP) é uma intervenção inovadora nos Estados Unidos, trazendo diversos benefícios para pessoas com TUS incluindo menor consumo de drogas e menor tempo em uso, mas faltam estudos brasileiros principalmente nos contextos de tratamento oferecidos para essa população. Os Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS ad) são os serviços brasileiros de referência para atenção às pessoas com TUS, e portanto, avaliar a viabilidade de incorporar o MBRP neste serviço pode responder a essa lacuna e trazer benefícios significativos para o tratamento de pessoas com TUS. Objetivo: estudar a viabilidade do MBRP como intervenção terapêutica adjunta ao tratamento convencional oferecido no CAPS ad para pessoas com TUS. Métodos: Será realizado um estudo qualitativo e quantitativo em cerca de 10 CAPS ad de diferentes localidades e características para avaliar os seguintes indicadores de viabilidade: aceitação, demanda, implementação e adaptação; por meio de entrevistas, grupos focais, análise de diário de campo, realizados com os usuários e profissionais dos serviços. Também serão aplicados escalas e questionários com os usuários antes e após a intervenção. O plano de análise de dados qualitativos utilizará análise de conteúdo, e de dados quantitativos utilizará análise descritiva para caracterização da amostra, além de testes de associação, análise de resíduos e de correspondência para traçar perfil dos participantes que aderirem. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: