Busca avançada
Ano de início
Entree

MEMORABILIS VITAE: ego história e autoetnografia em memoriais acadêmicos de historiadores e antropólogos (USP / UNICAMP, 2000-2015)

Resumo

Os memoriais acadêmicos são documentos produzidos para satisfazer exigências institucionais nos concursos públicos de progressão na carreira docente, com o autor descrevendo sua trajetória, com ênfase em suas atividades de pesquisa, publicações em periódicos indexados, atividades em cursos de pós-graduação, palestras e material didático qualificado produzido, cursos de extensão e demais atividades pertinentes à sua área de atuação.Além de instrumento de avaliação do mérito acadêmico do candidato também se apresenta como um dos raros momentos no qual é legítima a fala do intelectual sobre si mesmo, abordando opções, práticas, vivências e memórias, enquanto "experiência".Assim, entendemos o memorial acadêmico como uma forma de escrita autobiográfica que é condicionada por uma tradição intelectual e institucional, na qual diferentes níveis de subjetivação afirmam uma persona, delimitada, entre outros aspectos, pela proeminência de modelos narrativos que determinam presenças e ausências no relato do autor. (AU)