Busca avançada
Ano de início
Entree

Zoonoses emergentes na fronteira Brasil-Argentina: importância dos carnívoros selvagens como sentinelas para filarioses e leishmaniose visceral.

Resumo

A explosão demográfica da população mundial aliada à fragmentação e à degradação dos habitats e ao aumento da proximidade entre as comunidades humanas, animais domésticos e animais selvagens têm como consequências a desestabilização de cadeias tróficas e o aparecimento de doenças emergentes. Mais de 75% dos patógenos zoonóticos emergentes de seres humanos tem origem nos animais selvagens. Os carnívoros generalistas são de vital importância para integridade e estabilidade dos ecossistemas onde vivem, uma vez que estes controlam a população de espécies em níveis inferiores da cadeia trófica, além de atuarem como dispersores de sementes. No Parque Nacional do Iguaçu, os quatis e os graxains são espécies frequentesde carnívoros generalistas e oportunistas, com ampla distribuição no território do parque. Como espécies generalistas, elas se beneficiam da influência antrópica, aproximando-se de populações humanas e tornando-se vulneráveis aos patógenos de animais domésticos, além de poder carrear patógenos para os animais domésticos e o homem. Recentemente, foi diagnosticada a presença de gêneros de filarídeos com potencial zoonótico na área do parque, além da confirmação de casos autóctones de leishmaniose visceral canina em cães domésticos na região. Dessa forma, devido à importância para o cenário da saúde pública atual, bem como por ser uma ferramenta complementar na conservação da fauna silvestre local, esta pesquisa tem como objetivos o estudo das filarioses e leishmaniose visceral em carnívoros generalistas do PARNA Iguaçu, bem como entender a relação parasito-hospedeiro e os processos ecológicos que podem favorecer a transmissão desses agentes entre populações silvestres, domésticas e humanos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORAES, M. F. D.; DA SILVA, M. X.; TEBALDI, J. H.; HOPPE, E. G. LUX. Parasitological assessment of wild ring-tailed coatis (Nasua nasua) from the Brazilian Atlantic rainforest. INTERNATIONAL JOURNAL FOR PARASITOLOGY-PARASITES AND WILDLIFE, v. 9, p. 154-158, AUG 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.