Busca avançada
Ano de início
Entree

Proteína Adaptora-3: papel chave na liberação de mediadores de Mastócitos RBL-2H3

Processo: 17/06437-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de junho de 2017 - 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Constance Oliver
Beneficiário:Constance Oliver
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Mastócitos 

Resumo

Os grânulos dos mastócitos são Organelas Relacionadas ao Lisossomo (Lysosome-Related Organeles - LROs) cuja biogênese está relacionada com o sistema endolisossomal, onde o direcionamento de proteínas destinadas à organelas específicas depende do reconhecimento de sinais de direcionamento por proteínas adaptadoras que medeiam a incorporação destas proteínas em vesículas de transporte. O complexo adaptador AP-3 atua no tráfego de proteínas entre o trans-Golgi network (TGN), endossomos, lisossomos e LROs. O complexo AP-3 tem um papel reconhecido na biogênese de LROs e na secreção regulada em vários tipos celulares, incluindo várias células do sistema imune como neutrófilos, células natural killer e linfócitos T citotóxicos. No entanto, a relevância de AP-3 para esses processos em mastócitos não foi previamente investigada. AP-3 está expresso e distribuído de forma pontuada em mastócitos peritoneais de rato ex vivo. A linhagem de mastócitos de rato RBL-2H3 foi utilizada como sistema modelo para investigar o papel de AP-3 na biogênese dos grânulos secretores e na liberação de mediadores pelos mastócitos. Por meio de experimentos de imunofluorescência e immunoeletronmicroscopia, AP-3 foi localizado no TGN e em endossomos primários indicando que o direcionamento de proteínas para os grânulos secretores têm origem nestas organelas. A depleção da subunidade ´ de AP-3 por ShRNA foi capaz de desestabilizar o complexo AP-3 em mastócitos da linhagem RBL-2H3. A depleção de AP-3 afetou significativamente a secreção regulada de ²-hexosaminidase sem afetar os níveis totais da enzima. A avaliação morfométrica dos grânulos secretores dos mastócitos revelou um aumento significativo na área dos grânulos secretores nos mastócitos depletados de AP-3 indicando que AP-3 está envolvido na biogênese dos grânulos secretores em mastócitos. Além disso, a depleção de AP-3 teve um impacto seletivo na secreção de mediadores neoformados e neossintetizados pelos mastócitos. Estes resultados mostram pela primeira vez que AP-3 desempenha um papel crítico na biogênese dos grânulos secretores e na liberação de mediadores pelos mastócitos. (AU)