Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistema de cromatografia líquida e espectrometria de massa no processo 2015/03756-4

Processo: 17/03983-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de maio de 2017 - 30 de abril de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Eloisa Silva Dutra de Oliveira Bonfá
Beneficiário:Eloisa Silva Dutra de Oliveira Bonfá
Instituição-sede: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/03756-4 - Avaliação da relevância dos níveis sanguíneos de drogas utilizadas em doenças autoimunes reumatológicas no acompanhamento da segurança, eficácia e aderência à terapêutica, AP.TEM
Assunto(s):Reumatologia  Cromatografia líquida  Cromatografia líquida de alta eficiência  Espectrometria de massas  Doenças autoimunes  Equipamentos multiusuários 
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU:http://www.premium.fm.usp.br/index.php?mpg=11.69.00&lab=MS&equipo=78
Tipo de equipamento:Caracterização de Materiais - Análises Químicas - Cromatografia líquida acoplada a espectrômetro de massa
Fabricante: Agilent
Modelo: LCMS Agilent 1260 Infinity II/6460 QQQ

Resumo

Nenhuma terapia medicamentosa é completamente livre de risco e o impacto associado à ausência de resposta, eventos adversos e má aderência podem afetar sua eficácia. Existe ainda uma grande variabilidade interindividual na resposta aos tratamentos no que diz respeito à eficácia e toxicidade e, para muitas drogas, existe também um período de semanas a meses para o estabelecimento dessa eficácia. Dentro desse contexto, o presente projeto visa à avaliação da relevância do monitoramento dos níveis sanguíneos e salivares de drogas utilizadas em doenças autoimunes reumáticas no acompanhamento da aderência à terapêutica. Além disso, este projeto pretende utilizar o monitoramento dos níveis da droga, embasados em estudos farmacocinéticos e de modelística farmacocinética/farmacodinâmica, para ampliar a compreensão dos possíveis mecanismos celulares, teciduais e imunológicos envolvidos na eficácia e nos efeitos adversos dessas drogas com a perspectiva de reduzir os danos e manter a eficácia terapêutica. A cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) associada à espectrometria de massa, que será utilizada para avaliar hidroxicloroquina, talidomida e glicocorticoides, é considerada a tecnologia padrão-ouro na análise qualitativa e quantitativa de fármacos no sangue e sua comparação com a dosagem na saliva é um avanço na simplificação do processo. No presente, não há outra metodologia que se equipare ao HPLC com relação à qualidade analítica dos dados obtidos. Esta técnica permite a quantificação de múltiplos fármacos em uma única análise, fato que ajuda a reduzir o custo e o tempo necessário para realização das análises. A alta sensibilidade para poder detectar os compostos em baixas concentrações e a especificidade obtida permitem determinações precisas e eliminação de interferência gerada por metabólitos dos fármacos e outros interferentes endógenos e xenobióticos. No projeto proposto, há uma necessidade especial de obtenção de alta exatidão e baixa imprecisão em função da toxicidade dos fármacos estudados e a necessidade do ajuste preciso dos níveis terapêuticos. A implantação desta metodologia destinada à pesquisa em nosso centro, com a necessária capacitação de recursos humanos, permitirá ainda a padronização e disponibilização dessa tecnologia avançada para outros projetos multidisciplinares em diversas áreas da ciência. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZANETTI, CAIO B.; PEDROSA, TATIANA; KUPA, LEONARD DE V. K.; AIKAWA, NADIA E.; BORBA, EDUARDO F.; VENDRAMINI, MARGARETE B. G.; SILVA, CLOVIS A.; PASOTO, SANDRA G.; BONFA, ELOISA. Hydroxychloroquine blood levels in stable lupus nephritis under low dose (2-3 mg/kg/day): 12-month prospective randomized controlled trial. CLINICAL RHEUMATOLOGY, JAN 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.