Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da incidência da dor crônica pós-operatório em pacientes submetidos a cirurgias para tratamento de doenças musculoesqueléticas

Resumo

Nos últimos anos a incidência de dor crônica pós-operatória (DCP) tem aumentado, estimulando a pesquisa para a identificação de fatores etiológicos e fisiopatológicos que causam seu aparecimento. A DCP, segundo a Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP), é a dor presente por mais de dois ou três meses após a realização de um procedimento cirúrgico. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a incidência de DCP em pacientes submetidos a cirurgia para tratamento de doenças musculoesqueléticas, mais especificamente de joelho, quadril e coluna vertebral. Os fatores de risco para a DCP, assim como a ocorrência da mesma, também serão estudados. A pesquisa será executada em paralelo a outro estudo aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição e que já se encontra em fase de execução. Para tal, será empregado o questionário denominado de "45 and Up", adaptado para a realidade brasileira e para os objetivos do presente estudo no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu. Além desse questionário, outros três empregados para a avaliação dos períodos intra- e pós-operatório, assim como daquele transcorrido na Sala de Recuperação Pós-anestésica, serão utilizados. A avaliação da presença de dor crônica pós-operatória será registrado nos seguintes períodos: um mês e, em seguida, aos 3, 6 e 12 meses após a realização da cirurgia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)