Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise funcional da histona H2B variante de Trypanosoma cruzi

Processo: 17/06104-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2017 - 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Julia Pinheiro Chagas da Cunha
Beneficiário:Julia Pinheiro Chagas da Cunha
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epigênese genética  Trypanosoma cruzi  Histonas  Imunoprecipitação da cromatina  Fenótipo  Cromatina  Espectrometria de massas 

Resumo

O Trypanosoma cruzi é um eucarioto unicelular, agente causador da Doença de Chagas que alterna entre formas replicativas e não infectivas (epimastigotas e amastigotas) e formas não-replicativas e infectivas (tripomastigotas celulares e sanguíneas). A diferenciação entre estas formas é acompanhada tanto por diferenças dos níveis globais de transcrição quanto por alterações estruturais na cromatina. Diversos estudos apontam que a cromatina dos tripanossomas contem diversas alterações epigenéticas, incluindo deposição de variantes de histonas, enriquecidas em sítios putativos de início de transcrição. Recentemente verificamos que a histona H2Bv de T. cruzi está presente em maior quantidade na cromatina das formas não replicativas, sugerindo que a mesma possa desempenhar algum papel importante frente às diferenças fenotípicas (de expressão gênica e estrutura da cromatina) observadas entre as formas de vida de T. cruzi. Assim, neste trabalho, pretendemos estudar o papel da histona H2Bv neste parasita. Para tal, iremos: I. Identificar os parceiros de interação desta histona variante através de ensaios de co-imunoprecipitação e pulldown; II. Identificar as regiões genômicas em que esta proteína se associa, através de ensaios de imunoprecipitação da cromatina (ChIP); III. Analisar se H2Bv está preferencialmente presente em eucromatina e heterocromatina, através de ensaios de microscopia eletrônica e digestão parcial com MNase; IV. Gerar parasitas nocautes para H2Bv e avaliar o fenótipo nas diferentes formas durante o ciclo de vida; V. Avaliar o fenótipo das formas epimastigotas e células de mamíferos que superexpressam H2Bv. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE LIMA, LOYZE P.; POUBEL, SALOE BISPO; YUAN, ZUO-FEI; ROSON, JULIANA NUNES; DE LUNA VITORINO, FRANCISCA NATHALIA; HOLETZ, FABIOLA BARBIERI; GARCIA, BENJAMIN A.; CHAGAS DA CUNHA, JULIA PINHEIRO. Improvements on the quantitative analysis of Trypanosoma cruzi histone post translational modifications: Study of changes in epigenetic marks through the parasite's metacyclogenesis and life cycle. JOURNAL OF PROTEOMICS, v. 225, APR 15 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.