Busca avançada
Ano de início
Entree

Leishmaniose visceral: abordagens genômicas para análise molecular integrada do hospedeiro e do parasito

Processo: 16/20258-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de julho de 2017 - 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia
Pesquisador responsável:Sandra Regina Costa Maruyama
Beneficiário:Sandra Regina Costa Maruyama
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesq. associados:Anderson Ferreira da Cunha ; Iran Malavazi ; João Santana da Silva
Bolsa(s) vinculada(s):18/05767-1 - Ferramentas e técnicas para manipulação de ácidos nucléicos em amostras de Leishmaniose Visceral, BP.TT
17/24914-2 - Ferramentas e técnicas para manipulação de ácidos nucléicos em amostras de leishmaniose visceral, BP.TT
17/16328-6 - Leishmaniose visceral: abordagens genômicas para análise molecular integrada do hospedeiro e do parasito, BP.JP
Assunto(s):Genômica comparativa  Genômica funcional  Leishmania infantum  Leishmaniose visceral  Análise de sequência de DNA  Análise de sequência de RNA 

Resumo

No Brasil, a leishmaniose visceral (LV) é causada pelo protozoário Leishmania infantum, cuja patologia apresenta-se de modo disseminado, crônico e potencialmente fatal. Entretanto, um fato interessante na LV é que a maioria dos indivíduos infectados permanecem assintomáticos. Sabe-se que fatores inerentes ao hospedeiro e ao parasito contribuem para o desenvolvimento da doença, mas quais e como esses fatores controlam a evolução da infecção para formas assintomáticas, brandas ou graves permanecem pouco elucidados. Diante disso, acreditamos que uma análise molecular comparativa de leucócitos de pacientes com a doença ativa, tratados (curados), assintomáticos e indivíduos saudáveis, bem como do genoma do parasito isolado de pacientes com formas brandas ou graves, refratários ou não ao tratamento convencional fornecerá dados e insights para elucidar os mecanismos da interação parasito/hospedeiro que permeiam as diferentes consequências da infecção. Assim, esse projeto tem por objetivo desenvolver uma análise molecular integrada da LV por meio da genômica funcional (RNA-seq) do hospedeiro e da genômica estrutural e comparativa do parasito (WGS, whole-genome sequencing), ambas confluindo para integração de dados que sejam úteis como novos alvos terapêuticos e de drogas. Nossos resultados preliminares de RNA-seq de leucócitos de pacientes com LV e de WGS de isolados clínicos de L. infantum mostram que esta proposta além de inovadora é altamente promissora. Por meio de análise de RNA-seq de leucócitos de sangue de pacientes com a LV antes e após o tratamento, indivíduos assintomáticos e indivíduos saudáveis identificaremos assinaturas transcricionais (genes e RNAs não codificantes) relacionadas à imunopatogênese da LV. O dual RNA-seq permitirá identificar transcritos de Leishmania a partir do transcriptoma dessas amostras. Para complementar esse perfil de assinaturas transcricionais do hospedeiro, também pretendemos desenvolver uma metodologia de estimulação antigênica de sangue total para análise de RNA-seq. A genômica estrutural de mais isolados clínicos por WGS identificará a ploidia e somia cromossômica, bem como as variantes genéticas (CNVs e SNPs). Na análise de genômica comparativa identificaremos genes e/ou regiões genômicas de L. infantum associadas à gravidade da doença e à resistência aos quimioterápicos convencionais; essa análise também fornecerá grande contribuição para a biologia das linhagens brasileiras do parasito. Por fim, em consonância com o propósito da modalidade JP/FAPESP, este projeto visa estabelecer uma nova linha de pesquisa no Departamento de Genética e Evolução (DGE) do CCBS/UFSCar, completamente inédita, já que nenhuma das linhas de pesquisa do DGE estuda qualquer aspecto das leishmanioses. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Mestrado em Biologia Molecular com bolsa da FAPESP 
Treinamento técnico em Biologia Molecular com Bolsa da FAPESP 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.