Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e validação tecnocientífica de equipamento vestível wearable para fototerapia

Processo: 16/50521-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de maio de 2017 - 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Marcelo Victor Pires de Sousa
Beneficiário:Marcelo Victor Pires de Sousa
Empresa:Marcelo Victor Pires Sousa Desenvolvimento Tecnológico Fotomedicina - ME
Município: São Paulo
Vinculado ao auxílio:14/50569-2 - Análise de viabilidade técnico-científica de um curativo com luz para fototerapia, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):18/11579-3 - Pesquisa de material-mecânica embasada em design industrial e experiência do usuário, BP.TT
18/06694-8 - Coletar, processar e analisar as informações referentes aos testes clínicos com o Light-Aid, BP.TT
17/24852-7 - Pesquisa e desenvolvimento de sistemas de operações econométricas na plataforma virtual da Bright Photomedicine, BP.TT
17/16860-0 - Desafios científicos do desenvolvimento e validação tecnocientífica de equipamento vestível wearable para fototerapia, BP.PIPE
17/16951-5 - Desafios clínicos do desenvolvimento e validação tecnocientífica de equipamento vestível wearable para fototerapia, BP.PIPE
Assunto(s):Terapêutica médica  Fototerapia  Dor  Dor crônica  Envelhecimento  LED  Internet das coisas 

Resumo

Dores crônicas acometem um terço da população mundial (2,5 bilhões de pessoas) e esse número tende a aumentar devido ao envelhecimento da população. Por isso, há uma crescente busca por terapias não medicamentosas. O estudo descrito nesse projeto levará a uma mudança de paradigma no tratamento de dores crônicas, pois, desenvolve um tratamento eficaz, sem efeitos adversos e possibilita a autogestão da dor. Embora a Terapia a Laser de Baixa Intensidade (TLBI) seja comprovada para inúmeras aplicações, atualmente ela é usada apenas em clínicas especializadas. O equipamento vestível, conectável à internet, emissor de luz Fototerapêutica (Doravante denominado Light-Aid apresentado nesse projeto é uma forma inovadora e disruptiva para tratar dor crônica. Ele é o primeiro dispositivo para fototerapia que toma o tratamento acessível por possibilitar a utilização do dispositivo pelo próprio paciente. O paciente, após obter a prescrição e supervisão de profissionais de saúde, poderá realizar o tratamento em qualquer momento e local. Este diferencial existe por conta da solução de telemedicina obtida com a conexão do equipamento à internet (Internet of Things - IoT). Estamos desenvolvendo um software que armazena e analisa grande volume de dados (big data computing), como: 1) a situação da dor do paciente antes e após a Fototerapia, 2) o tipo e local da dor, 3) características fisiológicas de cada paciente como gênero, idade, cor da pele; 4) os parâmetros ópticos utilizados em cada tratamento. Com esse banco de dados será possível reconhecer padrões que nos guiarão aos protocolos personalizados e assim cada paciente receberá uma dose de luz que leva em consideração características fisiológicas e do tipo de dor. (AU)

Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o auxílio:
Startup utiliza luz contra a dor 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (1 total):
Como a Bright usa a luz para tratar dores crônicas 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.