Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do efeito da superexpressão de HSP27 humana na longevidade de Saccharomyces cerevisiae

Processo: 17/09938-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2017 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:José Ribamar dos Santos Ferreira Júnior
Beneficiário:José Ribamar dos Santos Ferreira Júnior
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento  Longevidade  Superexpressão gênica  Chaperonas moleculares  Proteínas de choque térmico HSP27  Saccharomyces cerevisiae 

Resumo

O envelhecimento populacional está em constante crescimento, sendo acompanhado por uma maior incidência de doenças crônicas e neurodegenerativas como Alzheimer, Parkinson e Huntington. Sabe-se que parte destas doenças são causadas pelo acúmulo de proteínas mal-enoveladas, e estudos têm apontado que os componentes do sistema ubiquitina-proteassomo são um potencial alvo terapêutico para doenças relacionadas ao processo senil do envelhecimento. A superexpressão da chaperona Hsp27 é capaz de aumentar a atividade catalítica do proteassomo e a degradação de proteínas ubiquitinadas. Em vista disso, o presente projeto visa analisar o efeito da superexpressão de Hsp27 humana, sob o controle de onze promotores mutantes TEF, na longevidade de S. cerevisiae. Os ensaios que serão realizados envolvem a determinação da longevidade cronológica e replicativa, ensaio de termotolerância, resistência ao estresse oxidativo e determinação da atividade do proteassomo. O conhecimento de como Hsp27 atua no proteassomo de modo a controlar a longevidade é essencial para o futuro desenvolvimento de terapias que poderiam controlar a expressão gênica da proteína e modular os fenótipos observados na senescência em humanos. (AU)