Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de novos receptores de células T a partir do isolamento de sequências obtidas de linfócitos infiltrados em sítios tumorais, provenientes de animais tratados com imunomoduladores

Processo: 17/06692-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2017 - 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Marcio Chaim Bajgelman
Beneficiário:Marcio Chaim Bajgelman
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Imunoterapia  Imunomodulação  Neoplasias  Linfócitos T  Células tumorais  Receptores de antígenos de linfócitos T 

Resumo

A utilização de novas estratégias para tratamento de câncer, baseadas em imunoterapia têm apresentado resultados surpreendentes. Estas estratégias, em sua grande maioria, buscam favorecer a atividade de células T, que reconhecidamente desempenham um importante papel no controle e eliminação de células tumorais. As células T apresentam receptores de superfície que recebem sinalizações mediadoras do estado de ativação. O primeiro sinal de ativação depende de uma interação do receptor da célula T com o complexo peptídeo-MHC, na superfície de uma célula apresentadora. A seguir, um segundo sinal, independente do peptídeo-MHC, é necessário para proliferação e diferenciação celular. Outros sinais coestimulatórios podem ser mediados por receptores de superfície, favorecendo a ativação, proliferação e longevidade. Dados da literatura demonstram o potencial de utilizar linfócitos infiltrados em sítios tumorais para a terapia de câncer. Estes linfócitos podem ser expandidos in vitro e quando reintroduzidos em outros recipientes, possibilitam a eliminação de tumores. Alternativamente, a clonagem dos receptores de células T infiltradas também permite a geração de linfócitos T antígeno específicas, por meio de vetores virais. Os linfócitos geneticamente modificados podem ser utilizados para eliminação de células tumorais. Neste trabalho, planejamos desenvolver novos receptores de células T a partir de linfócitos isolados de sítios tumorais, em animais tratados com imunomoduladores e combinações que ocasionam grande redução na massa tumoral. Os resultados obtidos neste projeto poderão contribuir para o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas para o tratamento de câncer humano. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LOIOLA, LIVIA M. D.; BATISTA, MARINA; CAPELETTI, LARISSA B.; MONDO, GABRIELA B.; ROSA, RHUBIA S. M.; MARQUES, RAFAEL E.; BAJGELMAN, MARCIO C.; CARDOSO, MATEUS B. Shielding and stealth effects of zwitterion moieties in double-functionalized silica nanoparticles. Journal of Colloid and Interface Science, v. 553, p. 540-548, OCT 1 2019. Citações Web of Science: 0.
MANRIQUE-RINCON, ANDREA J.; DE CARVALHO, ANNA C.; EUGENIA RIBEIRO DE CAMARGO, M.; FRANCHINI, KLEBER G.; BAJGELMAN, MARCIO C. Development of a flow cytometry assay which allows to evaluate the efficiency of immunomodulatory vaccines to enhance T cell-mediated antitumor response. Journal of Biotechnology, v. 284, p. 11-16, OCT 20 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.