Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de tradução para a identificação, caracterização e validação de biomarcadores de gravidade em infecções por arbovirus

Processo: 16/20597-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de dezembro de 2017 - 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ester Cerdeira Sabino
Beneficiário:Ester Cerdeira Sabino
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Empresa: Biomerieux Brasil Indústria e Comércio de Produtos Laboratoriais Ltda
Município: São Paulo
Pesquisadores principais: Glaucia da Silva Paranhos
Pesq. associados:Alessandra Soares Schanoski ; Aluisio Augusto Cotrim Segurado ; Anna Sara Shafferman Levin ; Antonio Fernandes Moron ; Claudio Sergio Pannuti ; Esper Georges Kallás ; Expedito José de Albuquerque Luna ; Helder Takashi Imoto Nakaya ; Inácio de Loiola Meirelles Junqueira de Azevedo ; Jorge Elias Kalil Filho ; Maria Cássia Jacintho Mendes Corrêa ; Paulo Lee Ho ; Vivian Helena Iida Avelino da Silva
Assunto(s):Febre de Chikungunya  Doenças negligenciadas  Vírus Zika  Transcriptoma  Dengue  Biomarcadores 

Resumo

Arbovírus, incluindo os responsáveis por Dengue (DENV), Zika (ZIKV) e Chikungunya (CHIKV), são transmitidos pelos mosquitos Aedes e representam um grande risco para a saúde. Estima-se que 390 milhões de infecções por dengue ocorrem globalmente a cada ano, dos quais 500.000 indivíduos necessitam de hospitalização devido à gravidade dos sintomas. As formas graves de dengue (SDF) apresentam uma taxa de letalidade de 20%. Não há nenhuma ferramenta de diagnóstico para identificar doentes infectados com DENV com risco de SDF. CHIKV é caracterizada por sintomas fortemente semelhantes aos do DENV, e as formas graves da infecção aguda são descritas em menos de 1% dos casos. No entanto, CHIKV está mais frequentemente associado com dor nas articulações. Em 4-63% dos casos, a dor nas articulações torna-se crónica evoluindo em artrite. A detecção precoce de indivíduos com risco de poliartrite crônica poderia modificar as opções atuais de terapia. ZIKV surgiu no Brasil em 2015 e desde então proporções epidêmicas vêm sendo rapidamente alcançadas. ZIKV se espalhou para mais de 40 países e tem sido associada à síndrome de Guillain-Barré, bem como defeitos de nascimento neurológicos graves, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar ZIKV estado de alerta na saúde pública. Um teste diagnóstico confiável para detecção precoce de defeitos congênitos neurológicos que poderiam ser avaliados em amostras biológicas de mulheres grávidas poderiam melhorar as intervenções. O projeto ARBOBIOS tem como objetivo identificar e validar os biomarcadores de prognóstico para o DENV, ZIKV e CHIKV para permitir a identificação precoce de pacientes em risco de desenvolver a evolução das doenças, SDF, recém-nascido defeito neurológico grave e crónica poliartrite mais desfavorável, respectivamente (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Projeto poderá melhorar atendimento a pacientes com Zika, dengue e chikungunya  
Projeto Arbobios 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.