Busca avançada
Ano de início
Entree

Arquitetura e aplicações para robótica em ambientes inteligentes

Processo: 17/01687-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2017 - 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Pesquisador responsável:Roseli Aparecida Francelin Romero
Beneficiário:Roseli Aparecida Francelin Romero
Instituição-sede: Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Artemis Maria Francelin Sanchez Moroni ; Josué Junior Guimarães Ramos
Auxílios(s) vinculado(s):19/22836-0 - Conceitos de indústria 4.0 e aprendizado de máquina para ambientes inteligentes, AP.R SPRINT
Assunto(s):Robótica  Interação homem-máquina  Internet das coisas  Ambiente inteligente  Aprendizado computacional 

Resumo

A tecnologia robótica está evoluindo de uma situação onde os robôs estavam completamente isolados das pessoas para uma situação onde robôs e humanos convivem lado a lado. A evolução natural de sistemas robóticos é uma maior aproximação com os seres humanos fornecendo sistemas de apoio tanto físico quanto social e por conseguinte uma vida confortável e autônoma. Por outro lado, projetos de automação residencial têm sido desenvolvidos já há algum tempo, e avanço significativo pode ser observado com as chamadas casas inteligentes onde eletrodomésticos e dispositivos eletrônicos são conectadas segundo o conceito de Internet das Coisas (IoT). A natural e necessária integração de casas inteligentes com robôs produz o conceito de ecologia robótica que oferece resultados mais robustos e modulares do que robôs monolíticos. As ecologias robóticas incentivam a cooperação entre os robôs e os ambientes inteligentes além de prover uma comunicação mais natural com os seres humanos. A estratégia para abordar essa questão envolve uma série de disciplinas, como por exemplo: inteligência artificial, aprendizado de máquinas, redes de sensores, normas e padronizações de interfaces, psicologia, ciência cognitiva, engenharias, dentre outras. Este projeto aproveita o conhecimento acumulado pelo Laboratório de Aprendizado de Robôs do SCC-ICMC-USP para propor um ambiente de casa inteligente que agrega as seguintes linhas de pesquisa: ecologia robótica, ontologia sensitiva, navegação socialmente aceitável, robôs sociais para entretenimento e interação não verbal com robô assistente. Os resultados esperados envolvem: elaboração de ambiente para teste e validação de ecologias robóticas, integração de linhas de pesquisa, divulgação de resultados através de publicações, teses e dissertações. (AU)