Busca avançada
Ano de início
Entree

INCT 2014: Translacional em Medicina

Processo: 14/50891-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de julho de 2017 - 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Convênio/Acordo: CNPq - INCTs
Pesquisador responsável:Jaime Eduardo Cecilio Hallak
Beneficiário:Jaime Eduardo Cecilio Hallak
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Acioly Luiz Tavares de Lacerda ; Antonio Lucio Teixeira Junior ; Antonio Waldo Zuardi ; Danielle Macedo Gaspar ; Flavio Pereira Kapczinski ; João Paulo Maia de Oliveira ; José Alexandre de Souza Crippa ; Maria Eugênia Queiroz Nassur ; Mirian Akemi Furuie Hayashi ; Nadja Schroder ; Ricardo Machado Xavier ; Vanessa Costhek Abílio
Bolsa(s) vinculada(s):19/09207-3 - Estudo do(s) mecanismo(s) molecular(es) e celular(es) em transtornos mentais, BP.DR
19/02787-4 - Efeitos do canabidiol veiculado em nanoemulsão em ratos submetidos ao modelo químico de epilepsia do lobo temporal, BP.IC
18/06877-5 - Tratamento sistêmico com canabidiol em modelo de dor neuropática: avaliação dos componentes sensorial-discriminativo e emocional-motivacional da sensibilidade dolorosa, BP.DR
Assunto(s):Pesquisa médica translacional  Biomarcadores  Transtornos neuropsicológicos  Institutos de pesquisa 

Resumo

O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Translacional em Medicina (INCT-TM) foi criado em 2008 com o propósito de estabelecer uma rede nacional de centros de pesquisa de destaque na investigação de biomarcadores e de novos alvos terapêuticos e moléculas capazes de atuar em transtornos neuropsiquiátricos, inserindo-se na área estratégica de Saúde e Fármacos definida pelo Governo Federal. Na base de todas as atividades do INCT-TM, a pesquisa translacional visa agilizar a aplicação de dados de pesquisa básica no contexto clínico e oferece possibilidades importantes para que o Brasil desenvolva seu potencial de geração de inovação a partir de sua produção acadêmica. Superando suas metas originais, o INCT-TM gerou mais de 600 publicações em periódicos internacionais e o depósito de nove pedidos de patente. Em termos qualitativos, o INCT- TM produziu achados importantes sobre o papel das neurotrofinas (particularmente o BONF, Brain-Oerived Neurotrophic Factor) e de novas drogas como o canabidiol (CBO) e o nitroprussiato de sódio (NP) no contexto dos transtornos neuropsiquiátricos. O instituto também teve importante atuação na formação e capacitação de recursos humanos, com o intercâmbio de pesquisadores entre centros nacionais e internacionais e a defesa de um grande número de teses e dissertações, além de promover a transferência de conhecimento científico para a comunidade e o setor produtivo e de favorecer a inserção de grupos nacionais no contexto internacional de pesquisa de ponta. Em sua proposta atual, com um grupo formado por cerca de 90 doutores distribuídos em 8 centros do sul, sudeste e nordeste do Brasil, o INCT-TM irá atuar em todas as áreas anteriores, com destaque para a pesquisa sobre moléculas promissoras para o tratamento de transtornos e sintomas neuropsiquiátricos (CBO, Np, ayahuasca, N-acetilcisteína, entre outros) visando o aumento da produtividade e representatividade da pesquisa brasileira através da produção de conhecimento e inovação com potencial de geração de dividendos para o país e as instituições envolvidas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Tratamento previne sintomas de esquizofrenia  

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LAZARINI-LOPES, WILLIAN; DO VAL-DA SILVA, RAQUEL A.; DA SILVA-JUNIOR, RUI M. P.; LEITE, JOAO P.; GARCIA-CAIRASCO, NORBERTO. The anticonvulsant effects of cannabidiol in experimental models of epileptic seizures: From behavior and mechanisms to clinical insights. NEUROSCIENCE AND BIOBEHAVIORAL REVIEWS, v. 111, p. 166-182, APR 2020. Citações Web of Science: 0.
DAMASCENO, SAMARA; GOMEZ-NIETO, RICARDO; GARCIA-CAIRASCO, NORBERTO; JAVIER HERRERO-TURRION, MANUEL; MARIN, FAUSTINO; LOPEZ, DOLORES E. Top Common Differentially Expressed Genes in the Epileptogenic Nucleus of Two Strains of Rodents Susceptible to Audiogenic Seizures: WAR and GASH/Sal. FRONTIERS IN NEUROLOGY, v. 11, FEB 13 2020. Citações Web of Science: 0.
NANI, V, JOAO; FONSECA, MATHEUS C.; ENGI, SHEILA A.; PERILLO, MAYARA G.; DIAS, CARLOS S. B.; GAZARINI, MARCOS L.; KORTH, CARSTEN; CRUZ, FABIO C.; HAYASHI, MIRIAN A. F. Decreased nuclear distribution nudE-like 1 enzyme activity in an animal model with dysfunctional disrupted-in-schizophrenia 1 signaling featuring aberrant neurodevelopment and amphetamine-supersensitivity. JOURNAL OF PSYCHOPHARMACOLOGY, JAN 2020. Citações Web of Science: 0.
RODRIGUEZ, BENJAMIN; NANI, JOAO VICTOR; ALMEIDA, PRISCILA G. C.; BRIETZKE, ELISA; LEE, RICHARD S.; HAYASHI, MIRIAN A. F. Neuropeptides and oligopeptidases in schizophrenia. NEUROSCIENCE AND BIOBEHAVIORAL REVIEWS, v. 108, p. 679-693, JAN 2020. Citações Web of Science: 0.
TASIC, LJUBICA; LARCERDA, ACIOLY L. T.; PONTES, JOAO G. M.; DA COSTA, TASSIA B. B. C.; NANI, V, JOAO; MARTINS, LUCAS GELAIN; SANTOS, LEONARDO A.; NUNES, MARIELLE F. Q.; ADELINO, MARCELO P. M.; PEDRINI, MARIANA; CORDEIRO, QUIRINO; DE SANTANA, FELIPE BACHION; POPPI, RONEI J.; BRIETZKE, ELISA; FURUIE HAYASHI, MIRIAN AKEMI. Peripheral biomarkers allow differential diagnosis between schizophrenia and bipolar disorder. JOURNAL OF PSYCHIATRIC RESEARCH, v. 119, p. 67-75, DEC 2019. Citações Web of Science: 0.
VALIM BRIGANTE, TAMIRES AMABILE; ABE, FLAVIA R.; ZUARDI, ANTONIO WALDO; CECILIO HALLAK, JAIME EDUARDO; CRIPPA, JOSE ALEXANDRE S.; DE OLIVEIRA, DANIELLE P. Cannabidiol did not induce teratogenicity or neurotoxicity in exposed zebrafish embryos. Chemico-Biological Interactions, v. 291, p. 81-86, AUG 1 2018. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.