Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de Risco Corporativo Associado a Água - ARCA

Processo: 16/21902-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de setembro de 2017 - 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Recursos Hídricos
Pesquisador responsável:Claudio Bicudo Mendonça
Beneficiário:Claudio Bicudo Mendonça
Empresa:H2O Company Gestão em Sustentabilidade Ltda. - ME
Município: São Paulo
Pesquisadores principais:Renata de Souza Leão Martins
Pesq. associados:Wilson Cabral de Sousa Junior
Bolsa(s) vinculada(s):17/23576-6 - Avaliação de risco corporativo associado a água - ARCA, BP.TT
17/16507-8 - Avaliação de Risco Corporativo associado a Água ARCA, BP.PIPE
Assunto(s):Planejamento hídrico  Bacia hidrográfica  Escassez de água  Sustentabilidade  Avaliação de risco  Consumo de água  Água  Desenvolvimento de software  Cadeia produtiva 

Resumo

Nos últimos anos, casos de indisponibilidade hídrica têm sido recorrentes em diversas regiões brasileiras, fazendo com que a problemática em torno da água esteja na agenda. O cenário atual brasileiro revela uma tendência de aumento na demanda por água diante de uma histórica falta de saneamento básico, pouca proteção de mananciais e mudanças climáticas que intensificam situações de escassez hídrica. O setor industrial demanda grandes volumes de água nas suas operações diretas e também em toda a cadeia produtiva. No Fórum Econômico Mundial de 2015, as incertezas e os riscos associados à água foram classificados como a principal ameaça para a manutenção das atividades econômicas na atualidade. Diante deste cenário, uma boa gestão corporativa dos recursos hídricos é fundamental para o sucesso do negócio. Existem diversas ferramentas internacionais que se propõem a identificar riscos associados à água, porém, os dados e informações que alimentam estas ferramentas estão em macro-escala (por exemplo, médias nacionais) e possuem pouca interface com as peculiaridades de cada bacia hidrográfica brasileira. Desta forma, a utilização de ferramentas internacionais de avaliação de risco hídrico por parte das indústrias brasileiras, acaba gerando resultados pouco precisos e pode inclusive, não identificar potencias riscos ao negócio de cada empresa. O objetivo deste projeto é desenvolver uma ferramenta online de gestão de recursos hídricos aplicável às empresas brasileiras. Esta ferramenta funcionará por meio de um software que será alimentado com dados da organização e também da bacia hidrográfica em que o cliente está situado. O software vai calcular o consumo de água da indústria, incluindo toda a cadeia produtiva. Posteriormente, vai cruzar as informações de demanda de água nas várias etapas da cadeia produtiva com os dados locais onde mantém suas atividades. Com isso, será possível obter um balanço entre oferta e demanda de água, identificando situações de risco e potenciais ações de melhoria nos processos. Em um primeiro momento será realizado um abrangente levantamento das principais ferramentas internacionais para identificação de riscos hídricos para o setor corporativo. Em seguida será conduzido um estudo detalhado para definição dos dados e indicadores que irão compor o software. Tendo os indicadores e dados necessários definidos, com o auxílio de um especialista em TI será iniciado o estudo de viabilidade técnica do desenvolvimento do software. Pretende-se ter um modelo definido do software até o fim do projeto (no máximo em 9 meses) para que na fase 2 do PIPE, o software seja desenvolvido e estudos piloto sejam realizados. Espera-se que com a utilização deste software os gestores das empresas possam desenvolver estratégias que permitam reduzir os riscos associados à água e também possam colaborar com a gestão sustentável da água da bacia onde têm suas atividades. O produto também deve agregar valor ao cliente por melhorias na gestão ambiental e na imagem da organização. (AU)