Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemas precursores de cristais líquidos como estratégia para administração vaginal do peptídeo CTT1: desenvolvimento farmacotécnico e potencial aplicação no tratamento do câncer cervical

Processo: 17/10016-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2017 - 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Marlus Chorilli
Beneficiário:Marlus Chorilli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Pesq. associados:Maria Palmira Daflon Gremião
Assunto(s):Neoplasias uterinas  Infecções por Papillomavirus  Antineoplásicos  Nanotecnologia  Peptídeos  Sistemas de liberação de medicamentos  Administração intravaginal 

Resumo

O câncer cervical, um tipo de tumor maligno que acomete a parte inferior do útero, é o terceiro tumor mais frequente em mulheres, causado principalmente pela infecção persistente por alguns tipos oncogênicos do Papilomavírus Humano (HPV). Apesar da capacidade de diagnóstico e prevenção ter evoluído nas últimas décadas por meio de vacinas contra o HPV e de exames de Papanicolau, o câncer cervical ainda é muito incidente na população feminina, principalmente de baixa renda, que não tem acesso a esses recursos. Assim, recorre-se ao tratamento que envolve radioterapia, cirurgia ginecológica e quimioterapia, os quais provocam uma série de inconvenientes como a remoção do útero e ovários, além dos efeitos colaterais com a administração dos quimioterápicos convencionais, como vômitos, náuseas e queda de cabelos. Dessa forma, a busca por moléculas bioativas para tornar o tratamento do câncer cervical mais funcional e clinicamente viável torna-se necessária. Assim, a descoberta de fármacos peptídicos, como o CTT1, que mostrou ação antitumoral in vitro e in vivo pela inibição das metaloproteinases de matriz (MMP), enzima muito expressa por células tumorais cervicais, é uma estratégia interessante para terapia antitumoral do câncer cervical. No entanto, o uso clínico de peptídeos enfrenta muitos desafios, decorrentes principalmente de suas características físico-químicas e baixa biodisponibilidade oral, o que implica na administração pela via parenteral, o que resulta em baixa adesão dos pacientes ao tratamento devido à necessidade de repetidas injeções, que podem provocar tromboflebite e necrose tecidual. Assim, a estratégia de incorporá-lo em um sistema de liberação para administração vaginal visando o tratamento localizado pode possibilitar um tratamento adequado, seguro e efetivo para o câncer cervical, uma vez que a mucosa vaginal apresenta uma série de vantagens, dentre elas, alta permeabilidade e alta irrigação sanguínea. Dentre os sistemas de liberação de fármacos, os sistemas nanoestruturados precursores de cristais líquidos (SPCL) com adjuvantes poliméricos catiônicos mucoadesivos surgem como uma valiosa estratégia para administração vaginal do CTT1 a fim de fornecer uma liberação controlada e a vetorização do peptídeo. Portanto, esse projeto tem como objetivo desenvolver um SPCL constituído por álcool cetílico etoxilado 20 e propoxilado 5, ácido oleico e fase aquosa contendo dispersão polimérica de quitosana associada ou não à polietilenoimina para administração vaginal do peptídeo CTT1 e, posteriormente, investigar a ação citotóxica in vitro e in vivo das formulações. Desta forma, pretende-se desenvolver um sistema de liberação nanoestruturado para potencial aplicação no tratamento do câncer cervical. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE ARAUJO, PATRICIA ROCHA; FIORAMONTI CALIXTO, GIOVANA MARIA; DA SILVA, ISABEL CRISTIANE; DE PAULA ZAGO, LUCAS HENRIQUE; OSHIRO JUNIOR, JOAO AUGUSTO; PAVAN, FERNANDO ROGERIO; RIBEIRO, ANDERSON ORZARI; FONTANA, CARLA RAQUEL; CHORILLI, MARLUS. Mucoadhesive In Situ Gelling Liquid Crystalline Precursor System to Improve the Vaginal Administration of Drugs. AAPS PHARMSCITECH, v. 20, n. 6 AUG 2019. Citações Web of Science: 0.
VICTORELLI, FRANCESCA DAMIANI; FIORAMONTI CALIXTO, GIOVANA MARIA; DOS SANTOS RAMOS, MATHEUS APARECIDO; BAUAB, TAIS MARIA; CHORILLI, MARLUS. Metronidazole-Loaded Polyethyleneimine and Chitosan-Based Liquid Crystalline System for Treatment of Staphylococcal Skin Infections. JOURNAL OF BIOMEDICAL NANOTECHNOLOGY, v. 14, n. 1, p. 227-237, JAN 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.