Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e validação de seguidor solar de um eixo inclinado para gerador fotovoltaico

Processo: 16/20804-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2017 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Vitor Della Déa Tavernari
Beneficiário:Vitor Della Déa Tavernari
Empresa:Politeconaco Industrial Ltda
Município: Araçariguama
Assunto(s):Engenharia aeronáutica  Sistemas fotovoltaicos  Energia renovável  Energia fotovoltaica  Geração de energia elétrica 

Resumo

Com a crescente demanda por fontes de energias renováveis, a geração de energia elétrica por sistemas fotovoltaicos se tornou uma opção promissora para diversos países diversificarem sua matriz energética. O Brasil atingiu a paridade econômica na geração fotovoltaica depois de 2014. Até o presente momento 3 leilões de reserva de energia foram feitos com capacidade de 2.87GW de geração. A POLITEC, com 30 anos de experiência em desenvolvimento e fabricação de estruturas metálicas, detém conhecimento, tecnologia e infraestrutura para desenvolver produtos para o setor de energia fotovoltaica, já tendo produzido estruturas de suporte fotovoltaicos para telhados, solo e estacionamentos. Encontrar formas de maximizar a eficiência na produção de energia é uma prioridade neste mercado. Soluções de seguidor solar possuem grande aceitação, no entanto ainda é um grande desafio fabricar uma estrutura viável e adequada para diferentes localidades, com características geográficas e atmosféricas distintas. A POLITEC acredita que possui uma solução inovadora, versátil e economicamente viável tanto para a geração distribuída quanto para a geração concentrada. E buscamos junto a FAPESP recursos para realizar a pesquisa e desenvolvimento de um seguidor solar de 1 eixo com inclinação de modo a maximizar a produção de energia para latitudes tropicais, fornecendo assim um produto de características adequadas à demanda energética do mercado brasileiro. Além de um produto mais eficiente, a aproximação da localidade da geração daquela onde se dá o consumo reduz custos de transmissão e lead-time de geração de energia. O desenvolvimento se resume em realizar ensaios de 3 protótipos de sistemas fotovoltaicos para validação de um software preditor do desempenho energético. Além do teste para verificação da geração de energia do sistema em si, experimentos aerodinâmicos e estruturais serão realizados, para verificar as cargas limites atuantes na estrutura e determinar sua condição crítica de operação, garantindo assim um dimensionamento estrutural mais otimizado.Com esse conjunto de ensaios experimentais e o desenvolvimento de soluções decorrentes, espera-se demonstrar que o seguidor solar de um eixo inclinado poderá compensar as perdas relativas a latitude em relação a um mesmo sistema que não possui inclinação, além de definir em qual região do Brasil o conceito pode ser mais eficiente. É esperado que nas regiões com latitudes maiores que 15° o conceito seja mais competitivo que o seguidor solar de um eixo convencional. O desenvolvimento de soluções mais eficientes como essa pode trazer vantagens econômicas para o Brasil quanto à geração de energia, diversificando suas fontes energéticas e reduzindo a emissão de gases derivados do petróleo. Além disso, também trará conhecimento e tecnologia para alavancar a indústria nacional em diversos setores produtivos e de serviços. (AU)