Busca avançada
Ano de início
Entree

Reavaliando a digestibilidade de nutrientes de alguns ingredientes na presença ou não de enzimas exógenas, usando frangos de corte e suínos de diferentes idades

Processo: 16/07352-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2018 - 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Messias Alves da Trindade Neto
Beneficiário:Messias Alves da Trindade Neto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Dirlei Antonio Berto ; Julio Cezar Dadalt
Assunto(s):Desempenho animal  Galinhas poedeiras  Suínos  Frangos de corte  Necessidades nutricionais  Balanço de energia  Aminoácidos  Digestibilidade 

Resumo

Objetiva-se avaliar os efeitos isolados e combinados de enzimas exógenas na digestibilidade de alguns ingredientes, usados na alimentação de aves e suínos, dando-se sequência aos estudos realizados com o Processo FAPESP 2012/00507-0, cujos resultados estão em fase de publicação e alguns resumos, apresentados em congressos internacionais, já tiveram o reconhecimento da comunidade científica afim. Na presente proposta, uma etapa será avaliar o desempenho de frangos de corte até os 21 dias de idade, aplicando-se resultados do balanço nutricional e da digestibilidade de aminoácidos (AA) no Processo citado, adotando-se em comparação, dados da tabela de alimentos proposta por Rostagno et al. (2011) para os mesmos ingredientes (milho, farelo de soja e farelo de canola). Nas etapas seguintes avaliar-se-ão: o balanço nutricional e digestibilidade dos AA dos ingredientes supracitados em frangos de corte, por volta da quinta semana de idade; o balanço nutricional e digestibilidade de AA dos mesmos ingredientes, com galinhas poedeiras em duas etapas distintas do ciclo de produção; o balanço de nutrientes e digestibilidade dos AA do milho, farelo de soja e farelo de arroz em leitões desmamados e na fase de recria. No desempenho dos frangos de corte, 432 pintos de um dia de idade, divididos em 3 grupos (3 ingredientes testes) de 144 aves cada, serão distribuídos em delineamento inteiramente casualisado (DIC), com 3 tratamentos e 6 repetições (8 aves/rep). As dietas serão formuladas, segundo as exigências nutricionais sugeridas por Rostagno et al. (2011), todavia, aplicando os resultados obtidos, no Processo citado, em presença ou não de enzimas exógenas (dietas 1 e 2) e na dieta 3 aplicar-se-á os dados de Rostagno et al. (2011). A digestibilidade com frangos ocorrerá ao término do ensaio de desempenho, usando-se as mesmas aves, quando serão alojados em gaiolas de metabolismo, sob o DIC, com 4 tratamentos dispostos em arranjo fatorial 2 x 2 com 5 repetições (7 aves/rep). Os tratamentos serão: 2 níveis de fitase (0 e 1), 2 níveis de carboidrase (0 e 1). Para a determinação das perdas endógenas (DPE), no ensaio de digestibilidade será usada uma dieta DPE, aplicada a 6 repetições (7 aves/rep). Nos ensaios com galinhas poedeiras serão avaliados os ingredientes: milho, farelo de soja, farelo de trigo, sorgo, farelo de girassol e farelo de canola. A avaliação de cada ingrediente corresponderá ao uso de 80 aves (4/parcela) distribuídas em DIC para receberem 4 tratamentos em 5 repetições. Totalizar-se-ão 480 aves na avaliação dos seis ingredientes. Um grupo adicional de 24 aves (6 parcelas) serão mantidas para receberem a dieta e DPE, portanto, um total de 504 aves. As avaliações experimentais ocorrerão ao início da postura, entre 18 e 20 semanas de idade, quando ocorrerá apenas o balanço nutricional e durante a maior produção, entre 35 e 40 semanas de idade, quando ocorrerá novo balanço nutricional e a digestibilidade ileal.Nos ensaios com suínos, 150 animais, divididos em 6 grupos de 25 leitões, distribuídos em DIC, com 8 tratamentos e 3 repetições (1 animal/rep). Devido ao número de gaiolas metabólicas, o ensaio será repetido no tempo para cada ingrediente, quando os tratamentos estarão dispostos em arranjo fatorial 2 x 2 x 2, sendo 2 níveis de fitase (0 e 1), 2 níveis de carboidrase (0 e 1), duas idades. Para cada ensaio será mantida uma baia extra (a 25ª), totalizando 6 repetições (3 por idade). As três repetições receberão a DPE. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.