Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da via de síntese de poliaminas e síntese de tripanotiona para desenvolvimento de novos fármacos para tratamento da leishmaniose

Processo: 17/06917-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2017 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Edson Roberto da Silva
Beneficiário:Edson Roberto da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Pesq. associados: Claudia Do Carmo Maquiaveli
Assunto(s):Leishmaniose  Leishmania mexicana  Desenvolvimento de fármacos  Arginase  Poliaminas  Tripanotiona  Óxido nítrico  Expressão gênica 

Resumo

Nos últimos cinco anos nosso grupo descreveu a interação de dezenas de compostos naturais e sintéticos com a enzima arginase de Leishmania amazonensis. O primeiro composto natural descoberto foi a quercetina, seguido de um composto sintético contendo um grupo funcional tiosemicarbazida. Estes estudos descreveram pela primeira vez a inibição seletiva da arginase de L. amazonensis. Recentemente, mostramos que o composto natural verbascosídeo também inibe seletivamente a arginase de L. amazonensis. O verbascosídeo é um composto abundante na planta medicinal Stachytarpheta cayennensis utilizada na Amazônia brasileira para tratamento da leishmaniose. Nosso trabalho foi pioneiro na descrição do mecanismo de ação do extrato de S. cayennensis mostrando que a enzima arginase foi inibida nas formas promastigotas e amastigotas de L. amazonensis. Neste projeto utilizaremos inibidores da arginase de L. amazonensis para verificar se o parasita altera a expressão dos genes das enzimas da via de síntese de poliaminas, a expressão do transportador de L-arginina e a expressão de enzimas envolvidas na síntese e metabolismo da tripanotiona. Além disso, será dado continuidade aos testes de novas drogas sintéticas planejadas como inibidores da arginase para desenvolver um novo tratamento da leishmaniose. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE LIMA, EVANOEL CRIZANTO; CASTELO-BRANCO, FREDERICO S.; MAQUIAVELI, CLAUDIA C.; FARIAS, ANDRE B.; RENNO, MAGDALENA N.; BOECHAT, NUBIA; SILVA, EDSON R. Phenylhydrazides as inhibitors of Leishmania amazonensis arginase and antileishmanial activity. Bioorganic & Medicinal Chemistry, v. 27, n. 17, p. 3853-3859, SEP 1 2019. Citações Web of Science: 0.
FEITOSA, LIVIA M.; DA SILVA, EDSON R.; HOELZ, LUCAS V. B.; SOUZA, DANIELLE L.; COME, JULIO A. A. S. S.; CARDOSO-SANTOS, CAMILA; BATISTA, MARCOS M.; SOEIRO, MARIA DE NAZARE C.; BOECHAT, NUBIA; PINHEIRO, LUIZ C. S. New pyrazolopyrimidine derivatives as Leishmania amazonensis arginase inhibitors. Bioorganic & Medicinal Chemistry, v. 27, n. 14, p. 3061-3069, JUL 15 2019. Citações Web of Science: 0.
DA SILVA, EDSON ROBERTO; BROGI, SIMONE; LUCON-JUNIOR, JOAO FRANCISCO; CAMPIANI, GIUSEPPE; GEMMA, SANDRA; MAQUIAVELI, CLAUDIA DO CARMO. Dietary polyphenols rutin, taxifolin and quercetin related compounds target Leishmania amazonensis arginase. FOOD & FUNCTION, v. 10, n. 6, p. 3172-3180, JUN 1 2019. Citações Web of Science: 0.
DA SILVA, EDSON ROBERTO; BROGI, SIMONE; GRILLO, ALESSANDRO; CAMPIANI, GIUSEPPE; GEMMA, SANDRA; VIEIRA, PAULO CEZAR; MAQUIAVELI, CLAUDIA DO CARMO. Cinnamic acids derived compounds with antileishmanial activity target Leishmania amazonensis arginase. CHEMICAL BIOLOGY & DRUG DESIGN, v. 93, n. 2, p. 139-146, FEB 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.