Busca avançada
Ano de início
Entree

O selênio na modulação da síntese de etileno e tolerância ao estresse induzido por cádmio

Processo: 17/04787-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2017 - 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Priscila Lupino Gratão
Beneficiário:Priscila Lupino Gratão
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Pesq. associados:Ricardo Antunes de Azevedo
Bolsa(s) vinculada(s):17/21082-6 - O selênio na tolerância ao estresse induzido por cádmio, BP.TT
Assunto(s):Metais pesados  Selênio  Cádmio  Espécies de oxigênio reativas  Estresse oxidativo  Tomateiro 

Resumo

A contaminação do solo e da água por metais pesados, como o cádmio (Cd) tem gerado um grande problema ambiental, levando a consideráveis perdas na produtividade das plantas e a efeitos danosos a saúde humana. A exposição a metais tóxicos pode intensificar a produção de espécies reativas de oxigênio (ERO), que são continuamente produzidas em baixas concentrações em células não-estressadas. Algumas destas ERO são muito tóxicas e devem ser desintoxicadas para que a planta possa sobreviver e se desenvolver. O selênio (Se), embora reduza os efeitos adversos do estresse abiótico, é considerado um elemento não essencial para as plantas. Além disso, evidências indicam que o Se pode estar envolvido na regulação da síntese de etileno em condição de estresse. O objetivo deste projeto é avaliar o papel do selênio em modular a síntese de etileno e a resposta antioxidante de defesa em resposta ao estresse por Cd na cv. Micro-Tom e seu mutante hormonal Epinastic (epi). Essa proposta de estudo visa compreender o papel do Se nos mecanismos que minimizam danos oxidativos e no aumento da tolerância das plantas em ambientes contaminados. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.